Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança é um órgão da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) da Prefeitura de Porto Alegre que articula as políticas públicas de dança na capital gaúcha. Atua na preservação da memória, no fomento à produção, na formação de público, difusão e acesso às informações da dança. Desenvolve atividades artístico-pedagógicas e promove relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na cidade de Porto Alegre.

PROJETOS DO CENTRO DE DANÇA

PUBLICAÇÕES DO CENTRO DE DANÇA

PRÊMIO AÇORIANOS DE DANÇA - REGULAMENTO

4 de junho de 2018

Cia Municipal de Dança de Porto Alegre comemora 4 anos com espetáculo e homenagem às pioneiras da dança na capital


Cia Municipal de Dança de Porto Alegre comemora seus quatro anos de atividades com apresentação de seu novo espetáculo “Caverna” no dia 7 de junho, às 20h, no Teatro Renascença. Na ocasião fará também um tributo às pioneiras da dança na capital, Lya Bastian Meyer, Tony Seitz Petzhold, Irmgard Hofmann Azambuja e Salma Chemale, com ingressos a R$ 20,00.


Os primórdios da dança na capital


As quatro pioneiras que serão homenageadas no evento estiveram presentes como bailarinas na montagem do Instituto de Cultura Física, em 1928, no Theatro São Pedro, um marco da produção local de dança na capital. Além disso, elas também foram responsáveis pelo começo da formação da dança clássica em Porto Alegre. Lya Bastian Meyer foi a primeira professora de balé na capital no início da década de 1930, e logo, na mesma década Tony Seitz Petzhold funda sua escola de Bailados Clássicos e Irmgard Hofmann, abre seu Instituto Coreográfico. Salma Chemale segue como bailarina na escola de Lya e , em 1950, também funda o Ballet Chemale que por seis décadas formou várias gerações de bailarinas na cidade. Coube a Lya a façanha da criação da Escola Oficial de Dança do Theatro São Pedro na década de 1940. E a Tony a criação de companhias que tinham o objetivo de profissionalizar o cenário para alunos das escolas de dança como a Porto Alegre Ballet, de 1959 e o Ballet Phoenix, de 1981, uma das mais populares e premiadas companhias locais de dança.
Como criadoras e intérpretes, marcaram a cena local em montagens como A Princesa Moura, em 1930, também do Instituto de Cultura Física e ainda a antológicas montagens de Joana D´arc de 1948 com Lya Bastian Meyer e Salamanca do Jarau, de 1945, com Tony Petzhold ou os inúmeros consertos solos da década de 1930 e 1940 com Irmgard Hoffman com temas de Chopin e Beethoven. E Salma no seu primeiro recital solo em 1948.
Profissionais que abriram caminhos para que a arte da dança fosse desenvolvida e aprimorada durante décadas, sempre lentando o sonho de verem nascer uma Companhia Oficial de Dança em nosso Estado.

“Caverna” teve estreia em abril no Theatro São Pedro e vem conquistando o público e a crítica, sendo a primeira parceria nacional da Cia Municipal, que contou com a criação do bailarino carioca radicado em Bruxelas, Rafael Gomes. O coreógrafo integrou importantes companhias brasileiras como Deborah Colker e São Paulo Cia de Dança. Com 13 bailarinos, a montagem busca a referência à caverna como abrigo e refúgio, mas também como metáfora para a busca de perceber e transformar a realidade que nos cerca.

A Cia Municipal de Porto Alegre é um projeto realizado em conjunto pelas Secretarias da Cultura e da Educação da Prefeitura de Porto Alegre que mantém um elenco profissional de 12 bailarinos e bailarinas selecionados através de Edital Público. O projeto existe desde 2014 e foi sancionado por lei em 2017 com o objetivo de incrementar a profissionalização da dança na capital e ampliar o acesso. Já realizou, nesse curto período de existência, 11 montagens que reuniu um público de cerca de 40 mil espectadores. Atua de forma integrada com as Escolas Preparatórias de Dança, que funcionam em 5 escolas municipais da periferia de Porto Alegre com formação em dança para crianças e adolescentes, entre 7 a 17 anos no turno inverso da escola. Também é mantida pela Cia Municipal, a Cia Jovem de Dança que reúne 20 aluno(a)s que se destacam nas Escolas Preparatórias de Dança, que atuam junto com bailarinos profissionais fomentando a qualificação e aprimoramento técnico e artístico desses jovens.


Serviço:


ANIVERSÁRIO DA CIA MUNICIPAL DE DANÇA DE PORTO ALEGRE

07 de junho de 2018, às 20h
CAVERNA – Cia Municipal de Dança de Porto Alegre
Local: Teatro Renascença (Av. Erico Veríssimo, 307)
Classificação: Livre
Duração: 45min
Realização: Secretaria Municipal da Cultura/Centro de Dança
Apoio: Sesc/RS
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia-entrada para estudantes, idosos, classe artística e funcionários municipais). Na bilheteria do teatro uma hora antes do espetáculo.


Ficha Técnica Caverna:

Companhia Municipal de Dança de Porto Alegre
Direção Geral : Airton Tomazzoni
Coreografia: Rafael Gomes
Direção Artística: Paula Amazonas
Direção Técnica: Neca Machado
Direção Cênica: Liane Venturella
Trilha Sonora: Luan Fernandes
Iluminação: Alex Sandro Silva Pereira (Prego) e Maurício Rosa
Produção e Comunicação: Ilza do Canto
Figurinos: Rafael Gomes, Paula Amazonas e Liane Venturella
Elenco: Andressa Pereira, Cecilia Cherem Castilho, Driko Oliveira, Everton Nunes, Fernando Queiroz, Juliana Coutinho, Kleo di Santys, Leonardo Moreira, Mauricio Miranda, Pamela Agostini, Paula Finn, Stephanie Cardoso, Victória Terragno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário