Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança é um órgão da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) da Prefeitura de Porto Alegre que articula as políticas públicas de dança na capital gaúcha. Atua na preservação da memória, no fomento à produção, na formação de público, difusão e acesso às informações da dança. Desenvolve atividades artístico-pedagógicas e promove relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na cidade de Porto Alegre.

14 de agosto de 2020

Reutilizáveis Corpos Descartáveis - Indicações ao Açorianos 2019

Nesta sexta vamos saber mais sobre as indicações do espetáculo REUTILIZÁVEIS CORPOS DESCARTÁVEIS ao Prêmio Açorianos de Dança de 2019. O espetáculo da Transforma Cia. de Dança discute o impacto dos acúmulos descartáveis presentes no consumo diário estendido às relações humanas. Concorreu nas categorias Espetáculo, Bailarina, Bailarino, Coreografia, Iluminação, Figurino e Produção, e ainda foi indicado a Destaque em Jazz.


Mauricio Miranda - Melhor Coreografia

Iniciou os estudos de Danças de Salão em 1999, atuando como professor, bailarino e coreógrafo. Em 2008 começou a cursar Jazz com a professora e coreógrafa Suzana d´Ávila, onde permanece como professor e integrante da Transforma Cia de Dança. Em 2015 foi vencedor do Prêmio Açorianos de Dança como Melhor Bailarino, e indicado a Destaque Jazz pelo espetáculo “Um Olhar através de”.  Maurício também integra como bailarino a Cia Municipal de Dança de Porto Alegre.

 

Foto Rafael Guedes

Luise Robaski - Melhor Bailarina

Luise começou seus estudos na Suzana d’Ávida Studio de Dança em 2003 e desde 2014 integra a Transforma Cia de Dança. Em 2019, participou como bolsista do curso de verão do Gala Ballet Studio, com sede em Montevidéu, no qual realizou aulas de Ballet, Jazz e Contemporâneo com diferentes professores. Atualmente se divide entre a dança e sua formação em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

 

Foto Rafael Guedes

Pedro Coelho - Melhor Bailarino

Bailarino formado em Tecnologia em Dança pela Universidade de Caxias do Sul, Pedro Coelho é conhecido no cenário artístico gaúcho por ter atuado como bailarino na Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul (2009 a 2018) e na SOGIPA Cia de Dança (2003 a 2008). Atualmente faz parte do elenco da Transforma Cia. de Dança e da equipe de professores da Escola de Dança Aline Rosa e Dança Moderna Vera Guerra.

 

Karrah - Melhor Iluminação

Atua como iluminador em espetáculos de teatro, dança, música entre outros. Participou de diversos festivais em âmbito nacional e internacional. Grupos com os quais trabalha atualmente: Tambo do Bando, Allegro Ballet, Nova Estação, Angela Ferreira, Transforma Cia de Dança, Kula Jazz, entre outros. É operador de luz e servidor da Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Técnico em Espetáculos de Diversões desde 1992.

 

foto Claudio Etges

Antonio Rabàdan, Júlia Dieguez Lippel e MOVA - Melhor Figurino


Antonio Rabàdan
Designer e produtor de moda, cenógrafo e figurinista, Antonio Rabàdan recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira. Na área da moda, trabalha em produção de desfiles e eventos, editoriais em revistas e campanhas fotográficas. Mestre em Artes Visuais e Doutorando no programa de Design Estratégico, atualmente é professor no curso de Design de Moda da ESPM em Porto Alegre.

 

Júlia Dieguez Lippel 
Estudante de Design de Moda pela UniRitter, Júlia é uma apaixonada pelo poder da arte em todas as suas formas, de comunicar uma narrativa, em especial na forma têxtil e artesanal. Busca constante crescimento pessoal e profissional, e por se inserir em novos desafios incorporando esses conceitos em suas criações.

 

MOVA 
Empresa gaúcha que visa a criação de figurinos para espetáculos com criação e direção de Patricia Fernandes.

 

foto Claudio Etges


Cintia Bracht e elenco - Melhor Produção

Cintia Bracht foi bailarina da Transforma Cia de Dança de 1993 a 1998 e retornou ao grupo em 2015. Formada em Jornalismo, trabalhou com assessoria de imprensa cultural e há quase 20 anos fotografa a cena da dança. Foi com o apoio do elenco, dos bailarinos da companhia - Juliana Preussler Lopes e Gabriel Fragoso - e da Guadalupe Cassal, que se tornou possível a realização deste espetáculo.




11 de agosto de 2020

Destaque em Flamenco - Açorianos 2019

Hoje temos mais uma postagem da série com as trajetórias das indicadas e indicados ao Prêmio Açorianos de Dança 2019 e saberemos mais sobre as indicações a Destaque em Sapateado

Começamos lembrando as considerações feitas pelas juradas Ana Laura Freitas e Ana Rita Conter:

  • Ana Medeiros – pelo trabalho continuado de expansão dos domínios da cena flamenca em Porto Alegre, especialmente através do CD “Carmen & os Violões”, ao lado da camerata Violões de Porto, no qual se fez o registro sonoro da dança, não só no sapateado e nas castanholas, como até no som do movimento da bata de cola, do abanico e do mantón.
  • Del Puerto – pelos 20 anos de um projeto que concilia o trabalho de excelência da companhia, de reconhecimento nacional, ao da escola, que estimula o gosto pelo flamenco e forma novos bailarinos, o que se evidenciou no espetáculo comemorativo do final do ano. E, paralelamente, pela produção do primeiro espetáculo solo de Gabriel Matias e da vinda do projeto Inmersión Flamenco.
  • Marco van Teffelen – por sinalizar a possibilidade inovadora da bata de cola ser praticada por homens na cena local.
  • Silvia Canarim – pela sólida trajetória dedicada ao flamenco em Porto Alegre, investigando a história dessa linguagem e explorando as nuances possíveis de seu encontro com a dança contemporânea, registrada no marcante Espetáculo de 25 anos, que reuniu com intensidade emocional e artística parceiros de diferentes épocas.

Aqui abaixo saiba um pouco mais sobre as trajetórias de cada:


Ana Medeiros

Ana Medeiros, La Negra, é bailarina de flamenco e percussionista. Dedica-se ao estudo e ensino de castanhola e dança flamenca há mais de 20 anos, ministrando aulas regulares, oficinas e cursos intensivos em todo Brasil e na Espanha. Recebeu várias premiações, entre elas, a de Melhor Bailarina no Prêmio Açorianos de Dança 2012, e a de Destaque Flamenco no Prêmio Açorianos de Dança 2017. Também foi agraciada com bolsa de estudos no "II Ciclo dedicado a la formación completa del baile flamenco", em Madri. Ao longo de sua trajetória, desenvolveu método pioneiro no toque e arranjo musical da castanhola, aliando a prática como bailarina à utilização como instrumento solista.


foto Nando Espinosa


Del Puerto

A trajetória da Del Puerto começa em março de 1999 com a criação da Escola de Flamenco Andrea Del Puerto, idealizada pela bailarina e coreógrafa Andrea Del Puerto, falecida em 2007. A Escola e Companhia de Flamenco Del Puerto, como é oficialmente conhecida a partir de 2008, dividem a mesma sede e equipe, porém com gestão distintas, qualificando cada um dos seus segmentos: o centro de ensino e difusão da arte flamenca com aulas regulares, cursos intensivos, workshops nacionais e internacionais, e a Companhia de dança e música flamenca, com repertório continuado e constante pesquisa da linguagem. Atualmente a Del Puerto, capitaneada por Daniele Zill e Juliana Prestes, conta com uma equipe organizada de maneira autogestionária e coletiva.

Nesses 21 anos de atividades ininterruptas já apresentou mais de 30 espetáculos e projetos, ministrou mais de 50 mil horas de aulas em todo o território brasileiro, seus artistas já levaram o nome Del Puerto para diversos países do mundo e é imensurável a quantidade de público que assistiu o 'seu flamenco'. Entre os muitos prêmios recebidos destacam-se: Prêmio Quero Quero/Sated 2006, Prêmios Açorianos de Dança 2008, 2012, 2014, 2016, Prêmio Nacional de Dança Funarte Klauss Viana 2013, Prêmio de Incentivo às Artes Cênicas do Teatro de Arena de Porto Alegre 2015, Prêmios Tibicuera de Teatro Infanto-Juvenil 2016 e Prêmio FAC/RS #juntospelacultura 2018.


foto Feijão (studio Feijão e Lentilha)


Marco van Teffelen

Marco Van Teffelen é bailarino da Cadica Cia de Dança, desde 2012. É Licenciado em Educação Física pela Universidade Luterana do Brasil e realiza estudos de flamenco no Centro de Formação LaNegra. Na Cadica Danças e Ritmos, desde 2009, ingressou em turmas de formação em Ballet Adulto e Flamenco. Marco participou de festivais internacionais de folclore e esteve por diversos países levando a cultura gaúcha. Entre eles, festivais na China, Rússia, Chile e Turquia. Em 2019, iniciou os estudos de bata de cola com a professora Ana Medeiros, subindo aos palcos no mesmo ano nos espetáculos Pulsar, da Cadica Cia de Dança, que ganhou turnê pelo Rio Grande do Sul, no início de março, deste ano, e Sin Raízes no Ay Alas (2019), da LaNegra.


foto Claudio Etges

Silvia Canarim

Sílvia Canarim é bailarina, coreógrafa, pesquisadora e professora de dança flamenca. Dedica-se ao flamenco profissional há 27 anos. É mestre em Artes Cênicas pela UFRGS e especialista em Dança pela PUC-RS. De 2008 a 2010, viveu em Sevilha para realizar sua formação em “Estudios Avanzados en Flamenco” do Programa de Doutorado da Universidade de Sevilla. Sua pesquisa baseou-se no flamenco contemporâneo tendo como objeto de estudo a obra do bailaor e coreógrafo Israel Galván, a quem acompanhou nesse período. É uma das pioneiras da vertente contemporânea do gênero artístico no país. Diretora da Cia Silvia Canarim - Flamenco e Contemporaneidade.


Tire suas dúvidas na sobre o Cadastro para Lei Aldir Blanc em Porto Alegre

O Centro de Dança apresenta uma cartilha para que você tire suas dúvidas sobre o cadastramento para Lei Aldir Blanc em Porto Alegre.

Acesse o link e saiba mais

https://issuu.com/centrodedanca/docs/cartilha_lei_aldir_blanc

A Secretaria Municipal da Cultura (SMC) recebe até o dia 22 de agosto o cadastramento de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social. 

O cadastro deve ser realizado através do link 

https://bit.ly/MapeamentoCulturaPOA 

Dúvidas serão respondidas através do e-mail smcfumproarte@gmail.com ou dancasmc@gmail.com

10 de agosto de 2020

Parabólica da Dança – Dicas semanais de dança para período de isolamento - Edição de 10 de Agosto


O Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura divulga hoje mais uma edição do Parabólica da Dança (10 de agosto) uma ação de divulgação que reúne dicas semanais de cursos, aulas, lives e/ou conteúdos virtuais de dança para se envolver em casa, durante o período de isolamento social.

Interessades em divulgar suas programações enviem as informações da atividade para o email dancasmc@gmail.com. O boletim é divulgado todas as segundas-feiras para o mailing, no blog e nas redes sociais do Centro de Dança.


Dicas da Semana – Edição 10 de Agosto


LEI ALDIR BLANC - Cadastro da SMC para Pessoa Jurídica 

Foto: Nado Espinosa/ Bailarino: Caleo Alencar

A SMC recebe até o dia 22/08 o cadastramento de espaços culturais que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social. 

O cadastramento é obrigatório para as entidades que quiserem se habilitar ao recebimento do subsídio emergencial previsto na Lei Aldir Blanc. O resultado também irá orientar a prefeitura na formatação de outras ações complementares, como editais.

Cadastro no link: bit.ly/MapeamentoCulturaPOA



Papo de Pretx - Flashblack Cia de Dança

A partir deste mês a Companhia de Dança FlashBlack dará início a uma série de lives com convidades para falar sobre negritude, educação, dança, moda, empreendedorismo, entre outros assuntos.
Acompanhe sua rede social e confira a programação: Instagram @companhiadedancaflashblack

Um date contigo mesmx - Douglas Jung

Uma proposta, de Douglas Jung, sobre uma "prática corporal pra tu te mover e estar presente, te escutar, te validar e aprender com teu próprio corpo que proporciona ao indivíduo a redescoberta do corpo por meio de uma experiência instigante e prazerosa do movimento."
Entre em contato pelo Instagram @jung_douglasjung e conheça o trabalho.

Arte causa solidária

Um projeto independente pensado para reunir artistas voluntários para ações sociais.
Na primeira edição, artistas LGBTQIA+ fazem a frente das 6 aulas, como: Danças urbanas, Jazz, Ballet, Contemporâneo, Fitdance e Maquiagem para espetáculo.
O ingresso será um kilo de alimento não perecível e um agasalho.
Para maiores informações acesso o Instagram @artecausasolidaria e participe.

Mostra Virtual de Dança - Projeto Expressar

O Projeto Expressar desenvolvido na zona sul de Porto Alegre realizará a sua Mostra Virtual de Dança, nos dias 21 e 22 de agosto, a partir das 10h em seu perfil do Instagram @projetoexpressar.

Dança, Educação e Direitos Humanos - Caleidos Cia de Dança

Estão abertas as inscrições para seleção de bolsistas para Ciclo 2 - igualdade de gênero do curso DANÇA EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS. Curso online, pelo Caleidos Zoom com inscrições até dia 11/08. Acesse a página da cia e confira.

Mostra Potência - Casa Hoffmann

Na última sexta-feira começou a Mostra POTÊNCIA - poéticas virtuais, corpos possíveis - do StudioVirtual Casa Hoffmann. Um conjunto de possíveis presenças online. Serão 19 ações em 7 dias, sendo elas: Performances, aulas, conversas. A programação é totalmente gratuita e os ingressos estão disponíveis no link. As ações acontecerão na Plataforma interativa Google Meet e nas redes sociais. Acesse a programação completa da mostra no link.

Ballet Contemporâneo - Rita Guerra

A professora e artista Rita Guerra conduz, quintas-feiras das 15h às 16:30,  aulas online de Ballet Contemporâneo numa estrutura de aula que evidencie a educação somática do Sistema Laban/Bartenieff para a técnica clássica. Saiba mais na descrição do evento.

Aulas de K-pop - Galpão de Artes

Matrículas abertas para aulas de K-pop, virtualmente, no Galpão de Artes Escola de Dança. Para saber valores e outras informações contate-os através do WhatsApp da escola: (51) 9 8453-1506 ou pelo Instagram @galpaodeartes.

Edital Arte do Quilombo - Fundação Cultural Palmares

Estão abertas as inscrições para o Edital de Seleção Pública Nº 01/2020 – Arte do Quilombo, da Fundação Cultural Palmares (FCP). O objetivo é, com R$ 688 mil em prêmios, contemplar  100 iniciativas de membros de Comunidades Remanescentes de Quilombos (CRQs) e não quilombolas autodeclarados negros (pretos ou pardos) comprovadamente praticantes das expressões culturais afro-brasileiras. Acesse as informações completas no site.

Há limites entre Arte, Novas Tecnologias e Ciência? - Portal MUD

Live com Daiane Lopes - brasileira coreógrafa da cia Kinetech Arts de San Francisco (EUA) que mistura Ciência e Tecnologia na Dança no IGTV do @portalmud.

Corpo-Carta - Tem Gente Teatrando

Cursos online com Camila Vergara na oficina "Corpo-carta: Improvisação e Criação em Dança-Teatro" voltados para adultos e sem necessidade de experiência prévia para participar. Visite o site e confira.


Malabares - Coletivo Órbita

Vídeo com tutorial de como fazer bolinhas de malabares e também dicas pra praticar com uma, duas e três bolinhas. Aprenda através do vídeo no YouTube "Circo em casa: atividades para fazer em família - Malabares" do Coletivo Órbita, ensinado por João Pedro Decarli. 

Sementes da mesma raiz - Afro-Sul Odomode

Segunda, dia 10, às 19:30, no Instagram @afrosul.odomodeoficial, ocorrerá a segunda Live da série SEMENTES DA MESMA RAIZ, onde abordam o surgimento do primeiro grupo de dança infantil da instituição com a participação da mestre em educação Marilene Leal Paré.

Movimentos Negros - Luísa Dias

MOVIMENTOS NEGROS Água, um elo ancestral é uma oficina de dança ministrada por Luísa Dias  a fim de experimentar a água como poética de movimentos negros na dança. Online e gratuíta será realizada sábado, 15, às 15h em seu Instagram @luisadiasrosa.o.

Semana Femennei - Anne Ferreira

A semana Femennei oferece 3 aulas de conteúdo com talks e exercícios práticos de dança, autocuidado, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal para o público feminino, ao vivo, gratuito e online nos dias 11, 12 e 13 de agosto às 19h. Acesse o link para inscrição.

7 de agosto de 2020

Arcanum - indicações Açorianos 2019


Hoje é dia de sabermos mais sobre as indicações de Melhor Bailarino e Coreografia recebidas pelo espetáculo ARCANUM, na edição de 2019 do Prêmio Açorianos de Dança.
foto Paulo de Araújo

Com direção artística de Robinson Gambarra e Bianca Benevenutto, ARCANUM interpreta 10 dos 22 Arcanos Maiores do Tarot, relacionando arquétipos do inconsciente coletivo com a arte flamenca. A proposta do espetáculo é fazer um paralelo entre o Flamenco e os Arcanos associando os caminhos de evolução e a jornada de aprendizagem do bailaor na vida e na arte.

Saiba um pouco mais sobre os indicados:


foto Paulo de Araújo


Robinson Gambarra - Melhor Bailarino


Robinson Gambarra é Bailaor, Coreógrafo e professor de Flamenco e castanholas. Foi precursor ao trazer a Arte Flamenca para o Sul. Fez da Arte sua vida, ao longo de quase 40 anos de carreira. Em 1992, funda o Grupo Andaluz de Arte Flamenca e, após um ano, a escola de Flamenco Tablado Andaluz, escola essa que também abriu o Restaurante Tablado Andaluz, do qual foi sócio até 2017. Desenvolveu trabalhos em núcleos de Flamenco no interior do estado, destaque ao Flamenco Terra de Santana – Uruguaiana/RS, onde atua desde 2011, como professor, coreógrafo e diretor artístico, ininterruptamente. Hoje atua como professor, coreógrafo e diretor da Casa Palo Santo - Escola de Dança, Café e Tablao Flamenco em Porto Alegre/RS.

Gustavo Rosa, Diego Zarcon, Giovani Capeletti e Leonardo Dias
foto Paulo de Araújo

Diego Zarcon, Giovani Capeletti, Gustavo Rosa
e Leonardo Dias - Melhor Trilha Sonora


O espetáculo Arcanum interpreta 10 dos 22 Arcanos Maiores do Tarô, relacionando-os com a arte flamenca. A trilha sonora do espetáculo conta com a criação e execução dos músicos Diego Zarcón (cante), Giovani Capeletti (guitarra flamenca), Gustavo Rosa (Cajón) e Leonardo Dias (Flauta) e busca expressar o significado de cada um desses arquétipos do inconsciente coletivo, através dos palos flamencos.

Diego Zarcon
Renomado cantaor flamenco, Diego trabalha dentro e fora do Brasil. Já cantou para artistas nacionais em diversas produções e cantou tb para artistas internacionais importantes como Antonio Canales, Eli “La Truco”, Carmen Ledesma, Nino de Los Reyes, Guadalupe Torres, Domingo Ortega, Inmaculada Ortega, Cristina Aguilera, Carmen “La Talegona” e Alfonso Losa. O cantaor foi destaque na abertura do espetáculo “Abolengo”, do bailaor Farruquito, realizado no Teatro Guaíra, em Curitiba, e teve a honra de cantar para Paco de Lucia e grupo durante sua última turnê em um tablado especial, realizada no sul do Brasil.

Giovani Capeletti
Começou a estudar flamenco em 2003. Fez aulas e workshops de guitarra flamenca com Yuri Cayres (SP) (2004, 2007 e 2008), Javier e Antonio Conde (Espanha) (2008) e Flávio Rodrigues (SP) (2009). A partir de 2006, passou a residir em Porto Alegre, consolidando-se como músico de companhias de baile da região, destacando-se Tablado Andaluz, Escola e Companhia de Flamenco Del Puerto, Grupo Silvia Canarim e Casa Palo Santo Escola de Flamenco. Participou e atuou como diretor musical de diversos espetáculos com artistas nacionais e internacionais, destacando-se Alfonso Losa, David Paniagua, Carmen La Talegona, Eli La Truco, Pepa Molina, Carmen Gonzales, María Juncal, Sara Nieto, Miguel Alonso, Andrea Del Puerto, Silvia Canarim, Juliana Prestes, Robinson Gambarra, Andrea Franco, Gisele Domit, Stefano Domit, Pedro Fernandez, Claudio Arias, Gaston Stazzone, Eugenio Romero, Álvaro González, Cláudia Montoya e Maxi Serral. Em 2009, viajou para a Espanha, onde passou um período de aperfeiçoamento em Madrid. Fez aulas de guitarra com Augustín Carbonell “El Bola” e Fernando De La Rua. Acompanhou aulas dos bailaores Miguel Cañas e Eli “La Truco” no Centro de Baile Flamenco e Danza Española Amor De Dios e da bailaora Carmen “La Talegona” na Fundación Conservatorio Flamenco Casa Patas. Em 2012, realizou um outro período de estudos na Espanha, desta vez fazendo os cursos de guitarra flamenca do Festival de Guitarra de Córdoba, com Miguel Ángel Cortés, José António Rodríguez e Manolo Sanlúcar, e o Curso de Guitarra Flamenca de Sanlúcar de Barrameda com Gera rdo Núñez e António Carrión. Com espetáculos realizados em Porto Alegre, ganhou os Prêmios Açorianos de Dança para Melhor Trilha Sonora, (2012), e de Destaque Flamenco (2015), ainda recebendo indicações para Melhor Trilha Sonora em 2008,2014 e 2016, todos com a Companhia de Flamenco Del Puerto.

Gustavo Rosa
Formado em música pelo Centro Universitário Metodista IPA, trabalhando com diversas bandas, de variados estilos musicais, como reggae, samba, mpb, sertanejo, música nativista gaúcha, dentre outros. Desde 2012 se dedicando exclusivamente ao flamenco, trabalhando como convidado com diversas escolas e companhias, acompanhando grandes artistas flamencos do Brasil e da Espanha, como: David Paniagua, Carmen Ledesma, Jose Suarez El Torombo, Encarna e Jose Anillo, Andres Hernandez Pituquete, La Truco, Inmaculada Ortega, Cristina Aguilera Medina , Laura Gonzalez, entre outros grandes nomes. Percussionista convidado do premiado espetáculo Las Cuatro Esquinas da Cia de flamenco Del Puerto, Percussionista do Grupo Perla Flamenca(Curitiba).

Leonardo Dias
Licenciado em Teatro pela UFRGS, é professor de Artes da rede pública de Viamão. Iniciou estudos em Sapateado em Porto Alegre no ano de 1994 com a prof. Isabel Willadino e vem trabalhando como professor, coreógrafo e performer nas últimas duas décadas, ajudando a impulsionar a modalidade no Rio Grande do Sul. Trabalhou na direção artística do Laboratório da Dança, escola em que desenvolveu pesquisa sobre a formação em Sapateado Americano através da improvisação. É também músico, e vem atuando como flautista junto aos principais grupos da cena flamenca portoalegrense nos últimos 6 anos. Vencedor do Prêmio Açorianos Destaque Sapateado Americano no ano de 2015, e membro do júri deste mesmo prêmio em 2018.