Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

29 de novembro de 2010

Grupo Experimental estreia duas novas montagens no próximo fim de semana




Como resultado do trabalho de formação de criadores e intérpretes de dança, o Grupo Experimental de Dança da Cidade produziu o espetáculo infantil Faz de conta que e a performance Pulp Dances. As montagens fazem únicas apresentações nos dias 4 e 5 de dezembro, respectivamente às 16 e 21h, no Teatro Renascença, com entrada franca. A realização é do Centro Municipal de Dança, da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre. Informações 32898065 – centrodedanca@smc.prefpoa.com.br .

A primeira encenação para o público infantil, Faz de conta que, investe na invenção e no imaginário para construir um espetáculo recheado de humor e poesia. No palco um grupo de bailarinos que tenta enfrentar o desafio de fazer dança para crianças, tentando escapar de clichês, investindo na aventura de redescobrir como brincar com movimentos e imagens. A direção é de Airton Tomazzoni.
Pulp Dances mergulha no universo do cineasta americano Quentin Tarantino, autor de filmes como Cães de Aluguel, Kill Bill e Pulp Fiction. A proposta foi de resgatar o universo “pulp”, adjetivo usado para designar a literatura de qualidade duvidosa e com enredos considerados absurdos, destinados ao entretenimento rápido. Assim, as coreografias revisitam personagens, situações e referências, presentes na obra cinematográfica de Tarantino, não para “ilustrar” em dança, mas para jogar e reinventar sentidos coreográficos para os elementos recorrentes como violência, vingança, solidão, ironia, injustiça, coragem, medo e sarcasmo.
Participam das montagens 18 bailarinos e bailarinas que desde abril freqüentam as aulas do projeto do Grupo Experimental de Dança. O programa de aulas é diário, de segundas a sextas, pelas manhãs e incluíram aulas de dança moderna, dança contemporânea, ballet, Axis Sillabys, Sistema Laban/Bartenieff, bem como laboratórios de criação, seminários teóricos e sessões de vídeos comentadas. No corpo docente, participaram consagrados professores como Eva Schul, Alexandre Rittman, Didi Pedone, Andréa Spolaor, Bia Diamante, bem como ex-alunos do próprio Grupo que retornaram de sua formação no exterior, como Douglas Jung e Juliana Vicari.
O projeto do Grupo Experimental de Dança teve início em 2007 e mais de cem alunos já passaram pelo programa. No primeiro ano, os alunos criaram o exitoso espetáculo Follias Fellinianas. Em 2008, duas novas produções estiveram nos palcos: Eu me faço simples por você e Ou algo assim que me intrigue. “O projeto vem atingindo seus objetivos e fomentando a prática diária em dança, uma formação integrada e a vivência no palco como intérpretes” destaca o diretor do Centro de Dança e idealizador do projeto, Airton Tomazzoni. Segundo ele, muitos alunos oriundos do projeto têm integrado o elenco de outras companhias da cidade, criado seus próprios trabalhos coreográficos ou dando continuidade à sua formação em escolas de dança na Áustria e Alemanha.

26 de novembro de 2010

Convocatória para seleção - Espetáculo de dança

Cem metros de Valsas e 1 grama é uma obra de dança contemporânea com coreografia de Maria Waleska Van Helden e direção de Decio Antunes com elenco principal constituido por 4 bailarinas e 1 pianista.
Convidamos para audição de formação de elenco de apoio bailarinos, bailarinas, atores e atrizes (adultos) que queiram integrar a esta obra e que tenham disponibilidade de participarem dos ensaios no cronograma previsto pela produção, nos meses de janeiro e fevereiro. Esta obra será apresentada no período de 15 a 25 de março de 2011 no Grande Hall do Santander Cultural (Porto Alegre).
A ajuda de custo desta participação será comunicado após o resultado da audição.
Data da audição: 13 de dezembro de 2010 das 13h às 16h no Grande Hall do Santander Cultural (Porto Alegrete). Pedimos que os participantes estejam com roupas adequadas para movimentação corporal.
Informações:
e-mail: gedaciadedanca@gmail.com
fones: (51) 96763775
Atenciosamente
GEDA Cia de Dança
http://gedaciadedanca.blogspot.com

Tablado Andaluz


-Merece destaque especial o número final do Espetáculo, quando acontece um DUELO DE SAPATEADORES entre LEONARDO DIAS e PEDRO FERNANDEZ, ou seja, a fusão de JAZZ X FLAMENCO ! Imperdível !!
COMPAS DEL TIEMPO conta com a participação da BANDA FLAMENCURA que traz para o palco os músicos: Pedro Fernández (direção artística e voz), Giovanni Capeleti (guitarra Flamenca), Rafael Melo (cajón), Edu Saffi (baixo eletrico), Giovani Barbieri (teclados) e a participação do convidado especial Fernando do Ó!
Local: Teatro do CIEE (Av. Dom Pedro II, 861)
Dia: 08 de drezembro/2010Hora: 21horas
SESSÃO EXTRA AS 19H !!!
INGRESSOS JÁ A VENDA NO TABLADO ANDALUZ !!! Platéia Baixa: R$ 35,00 Platéia Alta: R$ 30,00 Mezanino: R$ 25,00 Camarote: R$ 25,0020% Desconto para sócios do Clube do Assinante e 50% Desconto para Idosos.

Curso Danças Sagradas


Estão todos convidados para as últimas quatro aulas do ano, sendo que a última será um sarau de encerramento!Quem já dançou na ACF, está especialmente convidado! Favor divulgar a todos... (para ver divulgação, abrir anexo)
Venham conhecer essas danças que falam das nossas origens e nos fazem redescobrir o contato com o outro, com nós mesmos e o transcendente.
Proposta: Abrir uma possibilidade de experiência onde Danças Circulares Sagradas oriundas de diversas partes do mundo serão dançadas, em conjunto, buscando uma celebração da vida através do movimento e da meditação em movimento.
Proponente: Alessandro Rivellino Oliveira de Borba. Graduado em Educação Física pela UFRGS; faz parte do grupo "Guardiães do Amanhã", é facilitador do "Jaguar" e do "Ir Além", ambos cursos vinculados à UNIPAZ-SUL; Reikiano; fez cursos de danças com Janete Barcellos e Elen Brack e trabalha facilitando grupos de dança desde 2008.

24 de novembro de 2010

V Encontro de Arte de Matriz Africana

V ENCONTO DE ARTE DE MATRIZ AFRICANA


Panorama de Arte Negra

De 6 a 12 de dezembro de 2010



O ator Rodrigo dos Santos (o Noronha, da novela “Passione”, da TV Globo) é uma das presenças confirmadas no V ENCONTRO DE ARTE DE MATRIZ AFRICANA, que se realizará em diversos teatros de Porto Alegre, entre os dias 6 e 12 de dezembro próximo. Rodrigo é atração do espetáculo “Orirê – Saga de um herói que confrontou a morte”, um dos espetáculos que integram a programação do evento. A peça conta a história de um homem, desde a sua construção, do barro, ainda antes de nascer. Ao atingir a idade adulta ele decide partir para o mundo no intuito de conhecer outras culturas e povos.

Organizado pelo Caixa-Preta, o Encontro de Arte de Matriz Africana é uma celebração à brasilidade, marcada pela afirmação das múltiplas identidades populares e das tendências contemporâneas de companhias de teatro e dança negras no Brasil. Visa a promover uma aproximação entre as diversas modalidades artísticas de matriz africana: teatro, dança, artes plásticas e cinema do Rio Grande do Sul e do Brasil, possibilitando a troca de experiências, pesquisas estéticas e conhecimentos, ocupando espaços tradicionais dedicados as artes cênicas. Desde sua primeira edição, o Encontro tem a curadoria de Jessé Oliveira, diretor do Grupo Caixa-Preta, responsável pela concepção e coordenação do evento.

O Encontro de Arte de Matriz Africana, realizado ininterruptamente desde 2006, tem se firmado no calendário cultural da cidade de Porto Alegre, trazendo uma reflexão sobre o momento atual da arte negra e da diversidade cultural brasileira. Este ano, o Encontro foi contemplado com o Prêmio FUNARTE Festivais de Artes Cênicas.

Além de Orirê, nesta edição estarão presentes os seguintes espetáculos: Os Sete Ventos (09), O Cheiro da Feijoada (12), do Rio de Janeiro; Ponto Riscado (11), de Belo Horizonte; Negro de Estimação (08), de Recife; O Samba do Crioulo Doido (09), de São Paulo, junto aos espetáculos gaúchos Chão (10), Dois Nós na Noite (12), E Se África (11), Minas de Conceição Evaristo (10), Negrinho do Pastoreio (11) e performances circenses com Eder e Débora Rodrigues (9, 10 e 11). Também serão realizadas oficinas com Gil Amâncio (BH), Carmen Luz (RJ) e Edson Cardoso (DF) e debates com Julio Moracen (Cuba), Ângelo Flávio e Evani Tavares (Salvador), Cuti e Maria Gal (SP), Cidinha da Silva (RJ), Wagner Carvalho (Berlin), e Cristiane Sobral (DF).

Ainda está prevista a estréia de Dois Nós na Noite, de Cuti, com o Grupo Caixa-Preta, interpretação de Adriana Rodrigues e participação especial de Márcio Oliveira e direção de Jessé Oliveira. Durante o Encontro será lançada a Revista Matriz, dedicada às artes de performance afro-brasileiras com artigos e ensaios dos mais importes investigadores da arte negra contemporânea.

Todas as atividades artísticas são gratuitas para o público nos seguintes locais: Teatro de Arena, Teatro Renascença, Sala Álvaro Moreyra e Teatro de Câmara Túlio Piva.


OFICINAS

Outra novidade: já estão abertas as inscrições para as oficinas do V Encontro de Arte de Matriz Africana. Serão duas as ofertas: uma de Trilha Sonora, coordenada pelo músico, ator, educador e diretor artístico Gil Amâncio (dias 08 e 09 de dezembro, no CMC) e uma de dança com a bailarina e coreógrafa Carmem Luz (dias 09 e 10 de dezembro, Sala Álvaro Moreyra). Serão disponibilizadas 20 vagas por oficina. Os interessados devem remeter inscrição com currículo para o e-mail http://www.iagentemail.com.br/IMI-click2.php?idc=1800916&ida=17619&idl=87466&em=dG9tYXp6b25pQHNtYy5wcmVmcG9hLmNvbS5icg==


Ficha Técnica
Realização: Grupo Caixa-Preta e Associação dos Amigos do Teatro de Arena
Financiamento: FUNARTE
Parcerias: Associação dos Amigos do Teatro de Arena - Teatro de Arena - CAC – Coord. de Artes Cênicas / Secretaria Municipal da Cultura Porto Alegre - Xirê – Jogodedança - Africanamente
Coprodução: Yahya Produções Artísticas
Coordenação geral e curadoria: Jessé Oliveira
Coordenação de produção: Nina Fola
Coordenação dos debates: Vera Lopes
Coordenação de recepção: Josiane Acosta
Logística de espaços: Adriana Rodrigues
Organização de oficinas e palcos: Robson Duarte
Técnica: Miguel Tamarajó (Jacka) - Paulo Rodriguez
Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu

Contatos com a produção: (51) 9993.2445 (Nina) ou 8405.7964 (Jessé)

http://artematrizafricana.blogspot.com
http://grupocaixa-preta.blogspot.com

23 de novembro de 2010


Mostra de dança de grupos convidados da
Sala 209 da Usina do Gasômetro

Últimas apresentações

Sábado e Domingo 27 e 28 de Novembro às 20h
Sala 209 da Usina do Gasômetro
(acesso pelo térreo após a Galeria dos Arcos à esquerda)
Ingressos: R$ 15,00 (R$ 8,00 para artistas, idosos, estudantes e assinantes do Jornal Correio do Povo)

Realização: GrupoTATO e Coletivo de Dança da Sala 209
Apoio: Eduardo Severino Cia de Dança, Jornal Correio do Povo, Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura de Porto Alegre

A Sala 209 da Usina do Gasômetro têm se firmado nos últimos anos como a sala pública de dança da cidade de Porto Alegre. Junto ao projeto Usina das Artes a 209 é gestada pelo GrupoTATO, com direção de Fernanda Carvalho Leite, e pela Eduardo Severino Cia de Dança, dele e Luciano Tavares. Com eles agregou-se um coletivo de grupos e artistas independentes que em colaboração promovem constantemente atividades como aulas de dança contemporânea em variadas técnicas, contato improvisação, ballet, jams, mostras, espetáculos, debates alem de ensaios e reuniões com pauta em torno do desenvolvimento político da classe. O coletivo foi agraciado com o IV Prêmio Joaquim Felizardo que homenageia os destaques da cultura em Porto Alegre.

A mostra será formada por coreografias curtas e a cada dia terá um programa diferente.

Grupos e artistas convidados: Ânima Cia de Dança (Eva Shul), Xirê Jogo de dança, (Robson Duarte), Mimese cia de dança-coisa (Luciana Paludo); Grupo de Risco (Cibele Sastre), Studio Moema (Lindon Shimizu), Letícia Paranhos (n Amostra), Julia Lüdke, Luiza Moraes, Lícia Arosteguy, Andrea Spolaor, Alessandro Rivellino, Bibiana Altenbernd, Luciana Hoppe, Carla Vendramin e Gabriela Santos.

Programa 27 e 28/11:
- 2n Amostra (dia 27/11) - (n Amostra Companhia Contemporânea, de Letícia Paranhos) - Experimento artístico inspirado na banda de rock Radiohead, em que a a abertura ao inesperado é caracetrística inerente à proposta criativa. 11min
- Tudo aquilo que aconteceu agora (Alessandro Rivellino)
- De um a cinco – Trio (Ânima Cia de dança. Coreografia Eva Shul. Com Julia Ludke, Luiza Moraes e Licia Arosteguy.) Cinco enfoques relacionais, sendo que nesta releitura do trio original tratremos da relação de amizade.
- Solo de Panos (Ânima cia de Dança. Coreografia Eva Shul)
- De um a cinco - Solo. (Ânima Cia de dança. Coreografia Eva Shul. Com Viviane Lencina.) Cinco enfoques relacionais, sendo que nesta releitura do solo original tratremos da relação à só.
- Reflexos (Ânima Cia de dança. Coreografia Eva Shul) 11 min.
- Estado das coisas (Luciana Paludo). 10 min.
- Catch (Ânima cia de Dança. Coreografia Eva Shul)
- Slide (dia 28/11) (Grupo de dança Karin Ruschel. Coreografia Gabriela Santos)
- Perhaps (dia 28/11) (Grupo de dança Karin Ruschel. Coreografia Gabriela Santos
Foto em anexo: Lícia Arosteguy / Divulgação

Alma Cigana - Ritos, cantos e magias


22 de novembro de 2010

Fora de nós


Na Mostra DAD de Teatro UFRGS. ENTRADA FRANCA.

Através do olhar de individualidades desmanchadas, o espectador é convidado a revisitar os espaços urbanos.
O efêmero propõe um encontro sensorial, que desvela o cotidiano de uma sociedade de múltiplas identidades.
Dias 18, 19 / 21, 22 e 23 de Novembro às 20hdia 23, às 12h30 e 16h30
Sala Qorpo Santo - Campus Central da UFRGS
vídeo de divulgação:
http://www.youtube.com/watch?v=DmZ1U-JH_ww

Direção: Kalisy Cabeda
Elenco: Alessandro Rivellino, Lindon Shimizu, Martina Fröhlich e Paulo Rodriguez
Dramaturgia: Mirah Laline
Produção de trilha sonora: Philipe Philippsen
Vídeos: Filipe Rossato, Marina Kerber e Maurício Casiraghi
Iluminação: Luiz Eduardo
Estágio de Montagem II de Kalisy Cabeda e Estágio de Atuação I de Martina Fröhlich.
Orientação: Inês Marocco



CEC - Possibilidades


CEC – POSSIBILIDADES

Centro de Estudos Coreográficos Terpsí

CURSO: PRÁTICA DE DANÇA ACESSÍVEL
Com Carla Vendramin

Carga horária: 16 horas
Dia: 05 e 12 de dezembro/2010 - (Domingo)
Horário: Das 09 horas às 18 horas
Local: CEC – TERPSÍ - Museu do Trabalho (sala de dança), Rua dos Andradas, 230, Centro - Porto Alegre/RS

Investimento: R$ 160,00

Conteúdo:
- Estratégias para a prática de dança com grupos e técnicas diferentes.
- Princípios chave de trabalho e elementos de um ambiente de aula acessível.
- Princípios chave de comunicação e relacionamento.
- Discurso de uma prática inclusiva de dança e do uso de linguagem e terminologia.
- Conceito sobre o Modelo Social sobre Deficiência.
- Uma visão geral de conhecimento sobre grupos de prática de dança integrada do Reino Unido.
Público-alvo:
Pessoas com e sem deficiência, com ou sem experiência em dança, professores de dança, professores de artes e estudantes de dança.

CARLA VENDRAMIN
Mestre em coreografia pela Middlesex University/Londres (2008). Pós-graduada em Dança Cênica, pela UDESC/Florianópolis (2002). Graduada em Fisioterapia pela Feevale/Novo Hamburgo (1997). Professora na escola West Lea (Londres) com crianças do ensino especial (2010). Professora assistente em vários projetos da Companhia de Dança Candoco: Foundation Course (2005-2007), ADAPT Project (2007-2008), Youth Company (2008), Londres. Trabalhou com as Cias Dance Art Foundation, Entelechy e a escola Newvic onde croui projetos de dança com pessoas com deficiência mental do Centro Markhouse. http://www.carlavendramin.com


Realização:
Terpsí Teatro de Dança
www.terpsi.com.br

Organização:
CEC – Terpsí
Processo C3 Grupo de Pesquisa
Informe C3 Revista Digital
www.processoc3.com

Apoio:
Museu do Trabalho

CONTATO E INFORMAÇÕES:
terpsi.contato@yahoo.com.br
(051) 9306-0982 begin_of_the_skype_highlighting (051) 9306-0982 end_of_the_skype_highlighting

www.terpsi.com.br
www.processoc3.com

Inscrição!!!
www.terpsi.com.br

19 de novembro de 2010

Axis Syllabus no Brasil


AXIS SYLLABUS NO BRASIL

Com muito prazer em interligar os EUA e Alemanha com o Brasil, iniciando os
trabalhos por Porto Alegre, convidamos a todos para participar, e contribuir no
desenvolvimento desta metodologia prático-teórica de dança contemporânea, capaz de
articular interesses estéticos e culturais, em forma curso proferido ao longo de cinco dias e 10
horas-aula.
Através do seu acesso, outras poéticas coreográficas se farão disponíveis, e em
seqüência, um maior número de artistas das artes cênicas poderão incluir nas suas práticas e
pesquisas, uma educação em dança compatível com os princípios da preservação da saúde, do
bem estar e por fim, da seguridade do corpo enquanto instrumento de manifestação artística.
Esta técnica não exige praticantes especializados, do contrário, ela se estende a toda e
qualquer pessoa iniciada em desenvolturas corporais, sendo, desta forma, de grande valia para
capoeiristas, artistas de circo, bailarinos, atores, fisioterapeutas e estudantes de movimento
em geral.

The Axis Syllabus - Universal Motor Principles (AS-umpTM)

O The Axis Syllabus - Universal Motor Principles (AS-umpTM) tem seu nome derivado de
um sistema médico de orientação que utiliza planos e eixos para descrever a disposição e
dimensão espacial do corpo. As aulas práticas são ministradas em um formato de Dança
Contemporânea, sendo desenvolvidas com bases em estudos da anatomia humana, da física
aplicada ao movimento, da biomecânica e da cinesiologia, no intuito da alcançar, através da
educação somática, o movimento natural e seguro do ser humano.
O AS-ump é uma homenagem a vários campos de pesquisa, tendo como seu criador e
divulgador Frey Faust. Frey, que há vinte anos desenvolve estudos sobre as mais variadas
técnicas corporais inseridas na dança, buscando na movimentação, o privilégio da poética da
dança unida à preservação do corpo enquanto unidade biológica primordialmente saudável, e
que obedeçam aos princípios motores e articulares do corpo na sua relação com forças
atuantes interna e externamente.

POR QUE PARTICIPAR?
O método The Axis Syllabus-universal motor principles, traz, além de uma linguagem
autoral dentro da Dança Contemporânea, uma metodologia somática que estuda os princípios
motores universais do movimento, trabalho desenvolvido no eixo Estados Unidos/Europa, com
mais de cinco mil praticantes pelo mundo. Através da difusão do AS-ump a dança produzida no
Brasil entrará em contato com uma outra linguagem de movimento. Aos bailarinos e classe
artística cênica, o método AS-ump proporcionará conhecimentos específicos acerca do corpo
humano, uma vez que este trata de assuntos como anatomia geral e Cinesiologia, bem como
noções de cinética, fundamentais para o bom desempenho dos artistas de qualquer área.
Todas essas noções cabem ainda para atletas e estudantes do movimento em geral.

De 05 A 09 de Janeiro de 2011, das 9h às 11h, na Sala 209 da Usina do Gasômetro, Av.
Presidente João Goulart, 551 - Bairro Centro. Inscrições abertas até 20 de dezembro, vagas
limitadas.


VALORES

Inscrição individual - R$ 250,00 por aluno

Promoção para Escolas/Companhias/Grupos e Estúdios de Dança
05 alunos.................................................................R$ 1000,00

Pagamentos realizados através de depósito bancário. Envie um e-mail, peça a ficha de
inscrição e participe!

Contato e Inscrições
axisnobrasil@gmail.com
lukaibarra@gmail.com

Promoção: Lucida Desenvolvimento Cultural/ Centro de Dança - PMPA / SATEDRS /
Grupo Tato/Usina das Artes - PMPA/Coletivo 209

Grupo Experimental de Dança apresenta "Faz de conta que"

O Centro de Dança apresenta, nos dias 03, 04 e 05 de dezembro, às 16 horas o espetáculo do Grupo Experimental de Dança da Cidade "Faz de Conta Que” no Teatro Renascença.

Faz de conta que é a primeira montagem para o público infantil produzida pelo Grupo Experimental de Dança da Cidade, de Porto Alegre. O espetáculo parte do dilema de um grupo de bailarinos sobre como criar dança para crianças. Questionando clichês e inventando caminhos, o grupo de bailarinos acaba enfrentando os desafios de fazer a imaginação dançar.
Com humor e poesia, Faz de conta que constrói um território para brincar com coreografias e imagens.

Confira um pouco do humor e da poesia que fazem parte do espetáculo.
http://www.youtube.com/watch?v=20bQTYLlGQ4

Confira mais informações sobre a montagem no blog do Grupo Experimental de Dança, acesse: http://grupoexperimentalpoa.blogspot.com/

Re-Sintos em São Paulo



Ácido de assiduamente incessante. Bem humorado – humo de camada de terra que era. Lugar de ar hipertensão pulmonar. Força de esforço muscular. Velocidade de idade velocimetria medição fluídica. Imprevisível de visível previsibilidade. Mundo imagem de fundo da margem. Urgente de gente que urge. Modos bons e maus – conceito de civilidade – e nenhum. Convívio com os vivos em vida medido por hora. Urbano e urbe animal. Atmosfera esfera de era da fera. Hibrido de bricolagem. Alterações ações entre o outro e eu. Estética de ética arquipoética de itinerário ou andanças. Espaço de aço oxidável. Frágil de ágil. Bicho de nicho e de lixo. Homem da subespécie sapiens + sapiens. Belo de ele com o feio ou o que pode ser belo. Perverso de versus e de reverso disperso. Lugares de outros ares. Humano deste ano.

RE-SINTOS (espetáculo)
De 25 a 28 de novembro
(quinta a sábado às 19h e domingo às 18h)


CORPO CRIATIVO (oficina aberta ao público)
De 25 a 28 de novembro (12h às 13:30)


Grande Salão
Caixa Cultural São Paulo - Sé

Praça da Sé 111, São Paulo - SP

Informações: 11 3321.4400

www.muovere.com.br

17 de novembro de 2010

Centro Municipal de Educação em Dança apresenta "O Mágico de Oz"

O Centro Municipal de Educação em dança apresentará no dia 23 de novembro (próxima terça-feira), às 19h o espetáculo "O Mágico de Oz".
A apresentação será no Theatro São Pedro e conta com a participação de 300 alunos.
Mais informações com a Professora Ângela Ferreira, responsável pelo espetáculo: 8118-4409

XIX Noite Ucraniana - Show Folclore Ucraniano Solovey


Neste próximo sábado o Folclore Ucraniano Solovey irá realizar a XIX NOITE UCRANIANA. Um jantar típico com diversas receitas da culinária ucraniana. Durante o jantar os convidados poderão aprecisar a música e a dança com o Show do Folclore Ucraniano Solovey que em 2010 está comemorando 20 anos de preservação e divulgação da cultura ucraniana pelo Rio Grande do Sul e outros estados Brasileiros. Durante o jantar haverá uma feira de artesanato ucraniano para venda.

O jantar será realizado neste sábado 20 de novembro às 20h 30min no Ginásio do Colégio Concórdia em Canoas no Bairro Niterói. (Rua Capistrano de Abreu, n° 229).
Os valores são R$ 30,00 individual e R$ 50,00 o casal.
Reservas pelo telefone 51 8115 1580 com Oliana
Informações sobre o Folclore Ucraniano Solovey www.solovey.com.br

Convocatória para seleção - Espetáculo de dança

Cem metros de Valsas e 1 grama é uma obra de dança contemporânea com coreografia de Maria Waleska Van Helden e direção de Decio Antunes com elenco principal constituido por 4 bailarinas e 1 pianista.
A GEDA Cia de Dança convida para audição de formação de elenco de apoio bailarinos, bailarinas, atores e atrizes (adultos) que queiram integrar a esta obra e que tenham disponibilidade de participarem dos ensaios no cronograma previsto pela produção, nos meses de janeiro e fevereiro. Esta obra será apresentada no período de 15 a 25 de março de 2011 no Grande Hall do Santander Cultural (Porto Alegre).
A ajuda de custo desta participação será comunicado após o resultado da audição.
Data da audição: 13 de dezembro de 2010 das 13h às 16h no Grande Hall do Santander Cultural (Porto Alegrete). Pedimos que os participantes estejam com roupas adequadas para movimentação corporal.
Informações:
e-mail: gedaciadedanca@gmail.com
fones: (51) 96763775
http://gedaciadedanca.blogspot.com

Audição 2010 - para escola de formação Membros


Data - 28 de Novembro de 2010 às 14h
Incrição e informações no site: www.membros.info

Ballet Gisele Chagas apresenta "Rítmos em Rítmos" do brega ao clássico

"Rítmos em Ritmos"
do brega ao clássico


O Ballet Gisele Chagas convida o público para uma viagem pelos mais diferentes ritmos musicais.
-Não se surpreendam com o que possa vir acontecer. A sutileza da arte de dançar nos permite viver e sentir as mais diferentes sensações. Que ninguém fique alheio ao que vamos mostrar. Portanto, senhoras e senhores, meninas e meninos, sintam-se como se estivessem num vagão de trem, um fantástico trem, que nos levará pelos mais diferentes estações, onde nós os bailarinos, mostraremos através do corpo, um pouco de tudo desses vários ritmos aqui destacados neste belo espetáculo preparado especialmente para vocês. Escolha seu estilo, que seja flexível a linha do tempo, do brega ao ballet clássico. O que importa? Queremos apenas ser originais e vigorosos, e que possamos transmitir para vocês tantas outras formas de expressão.
Portanto, senhoras e senhores, meninas e meninos que se inicie o jogo cênico da dança e sem mais demora, porque “O Show vai começar" -

DATA: 20 E 21 DE NOVEMBRO DE 2010
SÁBADO – ás 18 horas e 20:30 horas e DOMINGO – ás 20 horas.
LOCAL : SEST / SENAT (Rua Jose Aloísio Filho – 695/ Bairro Humaitá).


ESCOLA DE DANÇA BALLET GISELE CHAGAS
Ballet Clássico- Jazz- Street Dance
AV. GOMES DE CARVALHO, 442
BAIRRO: PASSO DAS PEDRAS/ PORTO ALEGRE
FONE: 33481566 – 93139627
E-mail : giselechagas@ymail.com
Blog:http://edballetgiselechagas.blogspot.com/

8 de novembro de 2010

V Mostra de Dança de Rua

Com o objetivo de valorizar e difundir a dança de rua de Porto Alegre, o Centro Municipal de Dança promove no próximo dia 10 de novembro, no Teatro Renascença (Av. Erico Verissimo, 307), às 21h, a V Mostra de Dança de Rua de Porto Alegre. A iniciativa pioneira, da Secretaria Municipal da Cultura, teve sua primeira edição em 2005 e reuniu 11 companhias, muitas delas pela primeira vez no palco do Teatro. Nesta edição estarão presentes: Batida Company, New School Dreams, Stravagance, Escola Aline Rosa, Batida Teen, Grupo UPC Dance, Troup Urbana e Restinga Crew.
Ingressos: R$10,00 (Desconto 50% para estudantes, classe artística, terceira idade).
A produção de dança de rua vem se destacando nos últimos anos, no Brasil e no mundo com o crescimento no número de festivais, grupos, eventos e alunos que procuram a técnica, bem como tendo presença marcante em coreografias de comerciais na televisão, no cinema e, em especial, nos videoclipes. No ano de 2010, o espetáculo My House ganhou dois prêmios açorianos de dança, como melhor espetáculo e melhor coreografia, além de ter sido escolhido pelo júri popular no Prêmio Braskem no Festival Porto Alegre em Cena 2010.
A dança de rua tem sua grande projeção dentro do movimento hip hop nos EUA, na década de 60 e hoje engloba desde estilos clássicos como o break dance, o popping, o locking até estilos mais recentes como o house e o freestyle. A Mostra de Dança de Rua de Porto Alegre oferece a oportunidade do publico conferir a qualidade de dança produzida na capital.
Informações: 3289-8065/ centrodedanca@smc.prefpoa.com.br/ cdancasmc.blogspot.com


5 de novembro de 2010

Reverência ao tempo - texto publicado no Jornal Zero Hora em 31/10/2010



E pensar que não faz muito tempo a carreira de intérprete no balé dificilmente sobreviveria aos seus trinta anos. Quem desfrutou da apresentação de Três solos e um dueto, na última quarta-feira, agradeceu os tempos serem outros. Em cena dois ícones d...a dança do século XX, Ana Laguna e Mikhail Baryshnikov, revelando um refinado exercício de sobriedade e delicadeza que comoveu o público, no Teatro do Sesi lotado. O programa da noite equilibrou obras consagradas com a produção de novos coreógrafos internacionais. Lá estava o lirismo e competência do sueco Matk Ek, em Solo for two e Place. Bem como a inédita Valse-Fantasie, do russo Alexei Ratmansky. E ainda a inteligência e bom humor de Years later, do francês Benjamin Millepied (aliás que em breve poderá ter seu talento conferido nas telas em Black Swan, protagonizado por Natalie Portman).
Mas não há como apreciar o programa sem sermos afetados pelo fato de que estamos diante de dois mitos da dança, Ana Laguna, com 54 anos, e Baryshnikov, com 62 anos. Ambos optando por não abandonar os palcos no ápice de suas carreiras e permitindo ver os frutos da maturidade de seus corpos dançantes. E não há no fato dessa constatação etária qualquer condescendência (daquela que torna tão difícil avaliar apresentações infantis e de idosos), mas sim a afirmação de outras qualidades nos intérpretes que dançam que não as do virtuosismo imperativo de numerosas piruetas, grandes saltos ou equilíbrio em sapatilhas de pontas. A técnica que transparece no palco é a do domínio tranqüilo e das descobertas que só os anos trazem. A dupla de intérpretes brinca, joga, suaviza, sublinha, mostra quem manda na música e que se pode fazer dança sem recorrer apenas aos efeitos que os consagraram.
Em Years later, Baryshnikov ironiza sua própria imagem juvenil projetada em um filme que o desafia a reproduzir os passos que realizava no passado. Ele não vacila e transforma, reinventa, recusa, esquece de propósito. Não são mais aquelas ferramentas que ele conta para fazer sua dança. E é o assumir dessa condição que dá uma dimensão de rara dignidade à cena. Uma lição, sem aquela postura dos mais velhos que assumem já saber de tudo, mas com o sabor e desafio de saber precisar redescobrir sempre, a cada dia, a cada nova experiência e nos fascinar com a integridade e intensidade de tal ato. Uma salutar perspectiva para as jovens bailarinas que também enchiam a plateia. Que seus mestres e mestras possam reconhecer essa lição e cultivar a tão necessária reverência ao tempo, à memória, mas também ao esquecimento.
Airton Tomazzoni
É coreógrafo e diretor do Grupo Experimental de Dança da Cidade