Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

10 de julho de 2012

Programação até o dia 15 de Julho

Mostra Cri-Ação Ulbra




Dia 10 de Julho

Teatro Renascença

20 Horas

Convivência do Projeto Cênica Corporal Uma - Inscrições abertas
 
Ministrante: Francisco Rider em colaboração com Damares D`Arc.
De 14 a 18 de julho na Sala 209/Usina do Gasômetro.
Das 9:30 às 12:30
Gratuito
Público alvo: artistas visuais, atores, cantores, dançarinos de dança
de rua, intérpretes das artes cênicas, performers e público em geral interessados em experimentação e investigação artística.

Mínimo um ano de experiência em qualquer
linguagem artística e maiores de 16 anos.
 
Inscrições até dia 13/07, sexta-feira com breve currículo e por ordem de chegada, 20 vagas; no e-mail: eduardosever@yahoo.com,  
O Projeto Cênica Corporal Umado artista amazonense Francisco Rider, está visitando as cidades de Porto Alegre, São Paulo, Belém e Rio de Janeiro realizando perfomances urbanas, um diálogo com Gaudêncio Fidelis(diretor do MARGS) e uma convivência, em que Francisco compartilhará a experiência de sua trajetória como artista de dança no Brasil e nos Estados Unidos.
A convivência propõe um espaço para a experiência do conviver entre pessoas de diferentes fisicalidades e conhecimentos. A Pesquisa Cênica Corporal Uma é a síntese de estudos e experimentações que o artista independente Francisco Rider vem desenvolvendo nos últimos vinte e seis anos, em busca de uma linguagem cênica contemporânea que atravesse elementos da performance art, improvisação como uma arte de performance, teatro físico, abordagens somáticas e práticas corporais alternativas, com uma visão holística do ser artista humano. 
 
INTENSIVO DE CONTATO IMPROVISAÇÃO

Datas limites para confirmação de inscrição de julho:
Celula Danca (13 a 15/07) - até 7 de julho.
Namahah (27 a 29/07) - até 20 de julho.
Mais informações e inscrições pelo: entraemcontato@gmail.com


Contato Improvisação é um sistema, em evolução, de movimento baseado na comunicação dos corpos que se movem em diálogo, contato físico e sua relação com as leis físicas que governam seu agir, gravidade, momentum e inercia. È uma dança de natureza improvisada onde os bailarinos não se esforçam em chegar a resultados mas sim buscam soltar a vontade de fazer para sentir o fluxo natural do movimento. O C.I. outorga a possibilidade de confiar em sua própria inteligência física para poder estar presente, com os sentidos abertos e a percepção expandida, no momento em que a dança é criada.

Jam  é um espaço para a livre experimentação e de treino, por excelência, do Contato Improvisação (CI). Desde os primórdios dessa forma de dança, a Jam tem sido importante instrumento de Formação do praticante e também de difusão da pratica; articulando artistas, simpatizantes e curiosos nas artes do movimento num espaço sem hierarquias e auto gestado.

Onde:
Célula Dança
Dias 13, 14 e 15 de julho; 10, 11 e 12 de agosto; 14, 15 e 16 de setembro.

Namahah
27, 28, 29 de julho; 24, 25, 26 de agosto; 28, 29 e 30 de setembro (último fim de semana de cada mês). 
(48)99576777 c/Ana.


__._,_.___
 
Devido ao sucesso do trabalho, temporada e público iremos finalizar a temporada com mais uma apresentação de “Tempostepegoquedelícia” no dia 15, domingo às 19h na Sala 209, Usina do gasômetro.
 
 
Ingressos no local: Inteira R$ 20,00 e Meia R$ 10,00(Melhor idade, estudantes e Classe artística)
Aconselhável para maiores de 16 anos
 
 
Eduardo Severino Cia de Dança apresenta
 
 
 
Tempostepegoquedelícia
 
Em seus doze anos de existência a Companhia estreia mais uma obra.  Em colaboração, os artistas Mônica Dantas, Luciano Tavares, Élcio Rossini e Eduardo Severino abordam com bom humor questões de gênero e sexualidade.
 




Nenhum comentário:

Postar um comentário