Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

8 de dezembro de 2014

Sai a Lista de Indicados ao Prêmio Açorianos de Dança 2014


Fotos de Cauan Feversani(Retrógrado em 6D) e Carlos Sillero (Consonantes)

A Secretaria Municipal da Cultura, através do Centro de Dança, divulga a lista dos indicados ao Prêmio Açorianos de Dança 2014. Os espetáculos com maior número de indicações são Consonantes e Retrógrado em 6D, cada um com dez indicações. O Prêmio Açorianos contempla ainda as categorias de destaque por modalidade, como balé, jazz, entre outras, além das categorias de Novas Mídias em Dança e Projetos de Difusão/Formação em Dança. São ao todo 21 categorias. Os vencedores serão revelados no dia 16 de dezembro em cerimônia no Teatro Renascença, às 20 horas. Os nomes que compõem o Grande Júri são: Anette Lubisco, Bruna Gomes, Carlla Bublitz, Carla Vendramin, Carmen Pretto, Júnior Coppes, Marco Rodrigues, Neca Machado e Roberta Campos.

Espetáculo:
P-U-N-C-H, de Christian Benvenuti;
Consonantes, da Cia de Flamenco Del Puerto
Retrógrado em 6D, da New School Dreams;
100 Formas para o Amor, da Macarenando;
Barbie Fuck Forever, de Aline Jones;
Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé - Histórias do Céu e da Terra, do Grupo ìbejì.

Direção:
Bia Diamante, por Às Artes Físicas;
Christian Benvenuti e Alexandre Vargas, por P-U-N-C-H;
Diego Mac, por 100 Formas para o Amor.
Gustavo Silva, por Retrógrado em 6D;
Juliana Prestes e Denis Gosch, por Consonantes;

Bailarino:
Denis Gosch, por 100 Formas para o Amor;
Douglas Jung, por Barbie Fuck Forever;
Gabriel Matias, por Consonantes;
Gustavo Silva, por Retrógrado em 6D.
Ìdòwú Akínrúlí, por Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé - Histórias do Céu e da Terra;


Bailarina:
Didi Pedone, por Barbie Fuck Forever;
Joana Amaral, por 100 Formas para o Amor;
Juliana Rutkowski, por 100 Formas para o Amor;
Victória Terragno, por Retrógrado em 6D;
Juliana Prestes, por Consonantes.

Coreografia:
Diego Mac, por 100 Formas Para o Amor.
Douglas Jung, por Procedimento 21+1;
Juliana Prestes e Gabriel Matias, por Consonantes;
New School Dreams, por Retrógrado em 6D;

Cenografia
Ana Medeiros, por Consonantes;
Bia Diamante, Dani Dutra e Juliana Rutkowski, por Às Artes Físicas;
Cauan Feversani e Gustavo Silva, por Retrógrado em 6D;
Elcio Rossini, por P-U-N-C-H;
Sheila Marafon, por Barbie Fuck Forever;

Iluminação:
Casemiro Azevedo, por Às Artes Físicas.
Fabrício Simões, por 100 Formas Para o Amor;
Gustavo Silva, por Retrógrado em 6D;
Leandro Gass, por Consonantes;
Maurício Moura, por P-U-N-C-H;


Figurino:
Ana Medeiros, por Consonantes;
Carolina Job Di Laccio e Fernando Schmidt, por P-U-N-C-H;
Fabrízio Rodrigues, por 100 Formas Para o Amor;
Ìdòwú Akínrúlí, por Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé - Histórias do Céu e da Terra.
New School Dreams, por Retrógrado em 6D;

Trilha Sonora:
Christian Benvenuti, por P-U-N-C-H;
Diego Mac e Gui Malgarizi, por 100 Formas Para o Amor.
Giovani Capeletti, por Consonantes;
Grupo ÌBEJÌ, por Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé - Histórias do Céu e da Terra;
Gustavo Silva por Retrógrado em 6D;

Produção:
Daniele Zill, por Consonantes;
Débora Plocharski/Tribolê Produtora, por P-U-N-C-H;
Heloísa Medeiros e Petcí Pedrón, por Barbie Fuck Forever;
Natália Giacomello, por Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé - Histórias do Céu e da Terra;
New School Dreams, por Retrógrado em 6D;

Destaque em Jazz:
 Aldo Gonçalves, pelo trabalho de formação e criação em Dança Jazz;
Carol Dal Molin Grupo de Dança, pela criatividade coreográfica;
Gabriel Fragoso, revelação como bailarino;
 Igor Zorzella,  pela qualidade técnica e interpretativa;
Transforma Cia de Dança, pelo espetáculo Um Olhar Através de.

Destaque em Flamenco:
Andressa Porto, pela promoção de eventos de flamenco na cidade, trazendo artistas de nível internacional e nacional através da Produtora de Ideias;
Bianca Benevenuto, como artista-intérprete do baile flamenco;
Daniele Zill, pela produção das comemorações dos 15 anos da Del Puerto e pela produção do espetáculo Consonantes;
Graziela Silveira, como artista –intérprete, educadora e incentivadora da arte flamenca;
Marcela Gonzaga, por apresentar técnica e amadurecimento artístico apesar de sua pouca idade, vem se destacando no baile flamenco da cidade.

Destaque em Danças Urbanas:
Aluísio Gustavo, pelo grande desenvolvimento artístico em cena, conseguindo transcender por linguagens além das danças urbanas, sem descaracterizá-las;
B. Boy Jukinha, pela difusão e promoção do acesso ao público da periferia às danças urbanas, inclusive com o caráter de profissionalização;
B.Boy Julinho, pela qualidade e alcance dos diversos eventos e atividades realizadas ao longo do ano;
Flowjack, pelo desempenho como bailarino urbano nos diversos eventos e por sua entrada no meio cênico  em  espetáculos;
Gustavo Silva, pelo trabalho de inovação que vem realizando com seu grupo, alcançando um alto nível técnico e artístico para as danças urbanas na cidade.

Destaque em Danças Folclóricas/Étnicas:
3º Encontro Nacional Universitário de Danças Populares/UFRGS, por oportunizar a difusão do folclore de várias regiões do Brasil, congregando o público universitário e a comunidade escolar;
Afrosul/Odomodê, por divulgar a cultura afro e por sua iniciativas sociais;
Espetáculo Ìtàn Òrun Àti Ilè Ayé Histórias do Céu e da Terra, pela autenticidade e divulgação da cultura yorubá em sua forma tradicional, com a dança e a música ao vivo;
Gina Vitola, por seu trabalho voltado para o público feminino incluindo a criação de um novo espaço específico para a dança cigana;
Grupo de Brincantes Paralelo 30, pela originalidade da sua abordagem expressiva das danças populares.


Destaque em Dança do Ventre:
Cristina Melnik, por seu projeto Oncodance – dança do ventre para mulheres em tratamento para o câncer;
Elisandra Souza, por seu trabalho como bailarina;
Fernanda Zahira, por sua qualidade técnica e artística;
Hannya, por sua atuação local trazendo professores internacionais para a evolução da cena da dança do ventre em Porto Alegre;
Nadima Murad, por seu trabalho contínuo de formação e divulgação da dança do ventre.

Destaque em Sapateado:
Camila Schlichting, pela consolidação do trabalho como professora e coreógrafa;
Claque Centro de Sapateado, pela promoção da arte do sapateado e a integração dos profissionais da área em Porto Alegre;
Luiza Karnas, pela construção de uma identidade como bailarina e coreógrafa;
V Sapateando, pela constante inovação e propostas agregadoras, integrando o sapateado com outras modalidades e ampliando públicos.

Destaque em Dança de Salão:
Dança Porto Alegre, pela abrangência de público e pela organização técnica e artística;
Giovanni Vergo e Paola Vasconcelos, pelo desenvolvimento técnico e pela qualidade da pesquisa de composição coreográfica, alcançados;
Porto Alegre Salsa Congress, pela projeção nacional alcançada pelo evento, pela qualidade dos profissionais convidados na mostra coreográfica profissional;
Sul Bachata, por proporcionar o crescimento do ritmo em Porto Alegre;
Porto Swing Alegre, por proporcionar um maior conhecimento do estilo na cidade.

Destaque em Dança Contemporânea
25 anos Muóvere, pelas atividades que marcaram a celebração de sua trajetória;
Casa Cultural Tony Petzhold, pela relevância de atividades e programação em dança contemporânea e pela gestão sustentável do espaço
Coletivo Moebius, pela proposta inovadora de pesquisa artística na cena local;
Projeto Desdobramentos/Necitra, pela proposta artística promovendo o trânsito de linguagens;
Solidão Agosto, pela proposta autônoma de articulação de performances pelo espaço urbano.

Destaque em Ballet Clássico:
Andrea Braga Beal, pelo trabalho social e inclusivo;
Cris Figueiredo, pelo desempenho como bailarina na coreografia ária, de Sérgio Marshall;
Isabel Beltrão, pela propriedade no trabalho de base no Ballet Redenção e pela responsabilidade técnica na coreografia Ária, de Sérgio Marshall;
Matheus Bittencourt, pelo potencial artístico revelado na interpretação do Espectro da Rosa, Ballet Aline Rosa;
Naira Nawrosky, pelo trabalho desenvolvido com crianças.

Projetos de Formação/Difusão em Dança:
Andança, pela valorização da formação profissional do corpo docente e pela organização do projeto apresentado;
Casa Cultural Tony Petzhold, pela organização de um espaço que fomenta a diversidade de atividades de difusão e formação em dança;
Gafieira Club, pela estrutura do projeto que revela claramente a organização e planejamento de um centro de difusão e formação em dança de salão;
Ìtàn Òrun Àti Ilé Ayé – Histórias do Céu e da Terra, pela singularidade na proposta de difusão e formação da cultura yorùbá;
Projeto Expressar, pelo impacto e abrangência social como espaço de formação e difusão, destacando as ações na comunidade.

Novas Mídias em Dança:
Corpobolados, de Gabriel Martins;
Flamenco Mother Fucker, de Dimitri Donaggio;
Mexendo as Partes, de Diego Mac;
Pas de Corn, de Diego Mac;

Projeto GIF, de Fernando Faleiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário