Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

19 de março de 2015

Programação do Final de Semana


Se liga nas atividades desta semana:
Palestra Aberta sobre a Formação em Técnicas de Educação Somática com Débora Bolsanello, dia 19 - Quinta-feira a partir das 19hs na Casa Tony Petzhold

OFICINA COLUNA VERTEBRAL DOIS OLHARES :
Vivência em Educação Somática e Contato Improvisação

com Débora Bolsanello & André Olmos


DATA: 20, 21 E 22 DE MARÇO DE  2015

LOCAL : Casa Cultural Tony Petzhold
Avenida Cristovão Colombo, 400, Bairro Floresta. Porto Alegre (RS).

CONTEÚDO :  A Educação Somática é um campo prático-teórico composto de diferentes métodos de reeducaçao do movimento, iniciados na Europa e nos EUA desde o final do século XIX.  O Contato Improvisação é uma prática de dança nos Estados Unidos criada no final da década de 60 e início de 70 por Steve Paxton dentro do contexto do movimento artistico conhecido como Judson Church conciliando sua experiência com a dança moderna – foi aluno de Merce Cunningham – com pesquisas com o Aikido. A prática Contato Improvisação acontece a partir do diálogo entre os corpos em relação e suas diversas possibilidades de movimento e improvisação.

OBJETIVOS DA VIVÊNCIA: Na vivência COLUNA VERTEBRAL DOIS OLHARES propomos uma incursão a técnicas de Educação Somática que têm por objetivo enriquecer os diferentes níveis de escuta do Contato Improvisação. Mais que um simples aquecimento, a aula de técnicas somáticas visam expandir o vocabulário gestual do participante através de exercicios de consciência corporal que despertam todas as possibilidades de movimentos simples e movimentos combinados da coluna vertebral : flexão, extensão, inclinação, rotação. Exploraremos na prática os conceitos criados por Débora Bolsanello :  automicromobilizaçao, regência das cinturas escapular-pélvica e circuito do movimento. Aproveitando esta sensibilização e expansão do corpo, no contexto do Contato Improvisação, pesquisaremos com André Olmos as possibilidades da coluna enquanto ponto de contato e partida para a dança, as espirais no corpo e suas reverberações.

INSCRIÇÃO: 
Telefone: (51) 93627091

PRÉ-REQUISITO:  Os participantes da vivência devem ter experiência prévia em dança, podendo ser iniciantes, amadores ou profissionais.


  
PROGRAMA :

Sexta-feira 20 de março
18h às 22h : Roda de apresentação. Vídeo com Steve Paxton (Material for the Spine – Movimentos para a coluna vertebral). Dois breves exercicios Educaçao Somatica e Contato Improvisaçao. Jam de abertura

Sábado 21 de março
13h às 15h                  Aula de técnicas de Educação Somática com Débora Bolsanello
15h15                         Intervalo
15h15 às 17h15          Aula de Contato Improvisação com André Olmos
18h-22h                      Jam

Domingo 22 de março
13h às 15h                  Aula de técnicas de Educação Somática com Débora Bolsanello
15h15                         Intervalo
15h15 às 17h15          Aula de Contato Improvisação com André Olmos
18h                             Jam
21h                             Encerramento : partilha final sobre a experiência.

Carga horária total: O certificado da carga horária total de 21 horas é concedido por correio eletrônico para as pessoas que participaram de todo o evento.

Total de vagas: 30

DIDÁTICA:

. O despertar da sensação: Débora Bolsanello propõe um investimento na sensação do toque. Com o uso de objetos auxiliares (bolas), o aluno é levado a massagear-se, relaxar tensoes musculares excessivas, mobilizar fáscias, articulaçoes e assim, reativar seu sistema proprioceptivo. Em uma aula de Educaçao Somatica, o professor nao é um modelo a ser copiado pelo aluno. Seus comandos verbais estimulam o aluno a explorar seu proprio universo corporeo.: Desta forma, investe-se na auto-pesquisa do movimento : no desenvolvimento do auto-cuidado e na autonomia dos alunos. Objetiva-se a sustentabilidade do gesto humano, ou seja, ensinar a pessoa a mover-se de maneira a diminuir seus sintomas de dor ou prevenir recaida em habitos kinestésicos que geram dor.

. O corpo em Estado de dança: André Olmos propõe, partindo deste corpo consciente e desperto em suas sensações e autonomia, elevar o corpo a um estado de dança e pesquisar as possibilidades da coluna enquanto ponto de contato e partida para a dança, o movimento em espiral e as suas reverberações. O laboratório acontece a partir de exercícios solo e em duos que guiarão os participantes ao experimento da dança enquanto uma ferramenta integrativa. Para tanto serão investigados temas como peso e contra peso, encaixes do corpo e fluxos de energia

. A Jam enquanto campo prático : a Jam é um espaço livre e aberto para a prática da improvisação em dança e do Contato Improvisação. Não é necessário um guia ou facilitador. A Jam acontece com os corpos que se fazem presentem e abertos para a dança. Portanto, enquanto espaço de troca e relações a Jam se torna importante ferramenta para a experimentação e integração dos conhecimentos adquiridos durante a Vivência COLUNA VERTEBRAL DOIS OLHARES.


FORMADORES:

André Olmos é formado em psicologia pela Pontificia Universidade Católica do Rio grande do Sul (PUCRS). Facilitador do programa Travessia Jaguar na UNIPAZ-Sul. Bailarino, pesquisador autônomo e professor de Contato Improvisação; promovedor e organizador de Jams e eventos relacionados ao Contato Improvisação. Entende a dança de Contato Improvisação enquanto uma prática corporal integrativa. 

Débora Bolsanello é bacharel em antropologia pela Université de Montreal. Mestre em Dança pela Université du Québec à Montréal, pós-graduou-se em Educação Somática pela mesma universidade. É certificada professora de Autoreeducação Corporal pelo Centre d’Étude et Recherche en Autorééducation Neuromusculaire e formada em Pilates pelo Centre Pilates de Montreal. É a organizadora do livro EM PLENO CORPO: Educação Somática, movimento e saúde (Editora Juruá, Curutiba, 2ª edição 2010). Formou-se em Fisioterapia BioAntropológica em 2014. 

MODOS DE PAGAMENTO Á VISTA :
 [  ] até 27 de fevereiro : à vista : R$ 325,00
 [  ] após 27 de fevereiro : à vista : R$ 350,00
 [  ] na hora: R$ 380,00

MODOS DE PAGAMENTO PARCELADO :
 [  ] em duas parcelas de R$ 175,00 cada.

MODO DE PAGAMENTO POR GRUPO:
Para grupos de 5 pessoas o valor à vista passa para R$ 300,00 por pessoa.


POLÍTICA DE DESISTÊNCIA: Para os participantes que cancelarem a sua inscrição até   27 de fevereiro será devolvido 50% do valor. E após esta data não poderá ser reembolsado o valor da inscrição. A devolução do dinheiro será realizada no mesmo período que o cancelamento da inscrição foi solicitado, abrindo a vaga para outras pessoas.






Duo Dança: Rua General Bento Martins, 302 - https://www.facebook.com/duodancaescola?fref=ts

Baila Escola de Dança- Av. São Pedro, 1511 - https://www.facebook.com/EscolaBaila?fref=ts

Sete&Oito Studio de Dança - Rua Felipe Camarão, 632/204 - https://www.facebook.com/pages/Sete-Oito-Studio-de-Dan%C3%A7a/343523285758102?fref=ts


Ducorpo Studio de Dança - Avenida Professora Oscar Pereira, 1761 - https://www.facebook.com/ducorpostudiodedanca?fref=ts

Atelier Crismara - Rua Armando Barbedo, 490/112 - https://www.facebook.com/crisfios?fref=ts

Ciranda dos Ritmos - Avenida Cristóvão Colombo, 378 - https://www.facebook.com/cirandadosritmos?fref=ts



Segue convite para experiência única de imersão em Contato Improvisação na Caixa do Elefante, em morro reuter - RS. Na páscoa!

Imperdível, Incrível, muito barato, com profissionais e amantes do Contato Improv!





Nenhum comentário:

Postar um comentário