Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança é um órgão da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) da Prefeitura de Porto Alegre que articula as políticas públicas de dança na capital gaúcha. Atua na preservação da memória, no fomento à produção, na formação de público, difusão e acesso às informações da dança. Desenvolve atividades artístico-pedagógicas e promove relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na cidade de Porto Alegre.

15 de junho de 2020

Parabólica da Dança – Dicas semanais de dança para período de isolamento - Edição de 15 de Junho




O Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura divulga hoje mais uma edição do Parabólica da Dança (15 de junho) uma ação de divulgação que reúne dicas semanais de cursos, aulas, lives e atividades virtuais de dança para fazer em casa, durante o período de isolamento social.

Os interessados em divulgar suas programações devem enviar as informações de sua atividade para o email dancasmc@gmail.com. O boletim é divulgado todas as segundas-feiras para o mailing, no blog e nas redes sociais do Centro de Dança.


Dicas da Semana – Edição 15 de Junho

Coreografia Caverna (2018) - Cia Municipal de Dança de Porto Alegre


Realização: Cia Municipal Dança de Porto Alegre, Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura de Porto Alegre

Cavernas foram os primeiros refúgios da humanidade, local onde se encontra proteção, um esconderijo, um abrigo. E é numa caverna que o espetáculo coloca um grupo de indivíduos que busca se esconder das ameaças que o mundo contemporâneo os sujeita para abrigar-se do que não conseguem enfrentar no exterior. A montagem constrói esse universo em tons de púrpura, remetendo a uma caverna de ametista. A ametista pedra que protege contra diversas energias negativas e eleva a espiritualidade. Assim, os figurinos exploram os tons de roxo e púrpura para estabelecer um clima místico que é pontuado pela trilha sonora que se utiliza de fragmentos de percussão e vocais de artistas israelenses. Metáforas da vida atual, onde se busca refúgios para escapar de tudo que nos adoece física, emocional e socialmente. A montagem criada especialmente pelo coreógrafo carioca radicado em Bruxelas, Rafael Gomes para a Companhia Municipal de Dança de Porto Alegre. Rafael integrou importantes companhias brasileiras como Deborah Colker e São Paulo Cia de Dança.

Ficha técnica
Direção Geral : Airton Tomazzoni
Coreografia: Rafael Gomes
Direção Artística: Paula Amazonas
Direção Técnica: Neca Machado
Direção Cênica: Liane Venturella
Trilha Sonora: Luan Fernandes
Iluminação: Maurício Rosa
Fotografia e Vídeo: Fernando Muniz - Moov.art
Produção e Comunicação: Ilza do Canto
Figurinos: Rafael Gomes, Paula Amazonas e Liane Venturella
Ensaiadoras: Fernanda Santos, Neca Machado e Paula Amazonas
Elenco: Andressa Pereira, Cecilia Cherem Castilho, Driko Oliveira, Everton Nunes, Fernando Queiroz, Juliana Coutinho, Kleo di Santys, Leonardo Moreira, Mauricio Miranda, Pamela Agostini, Paula Finn, Stephanie Cardoso, Victória Terragno.
Classificação etária: Livre
Assista em: https://drive.google.com/file/d/1AcX90eaEPjsNmAhCg3TmL6uZ7N3WJ3Vk/view


Mesa Redonda As Manifestações Tradicionais Afro-Brasileiras na Cena Artística Contemporânea


Rita Lende faz a mediação entre as/o artistas e pesquisadoras Lizza Dias, Daniel Amaro, Juliana Jardel. No dia 15/06, segunda-feira, com início às 18:30 na plataforma de videoconferência Zoom.

“Transformar a arte em amuleto de resistência e reflexão em tempos tão sórdidos como estes é exalar para além do odor de sangue e morte de nossos corpos, é pensar também estratégias de avanço contra colonial. Bora escutar, pensar e articular através da oralidade cibernética ações decoloniais. É melanina, é negritude. E simbora que a coisa tá "branca". Bora sair da garoa e deixar a coisa preta de veiz"! Corpos marginalizados também pensam. A repressão que nos é imposta é o medo covarde daquilo que tenta nos aniquilar. Dancemos!” - Rita Lende

Acesso: o link para a reunião está disponível no perfil do Intagram de @ritalende (https://www.instagram.com/ritalende/?hl=pt-br)


Conversa Live Dança e Tecnologia


Realização: Conversas Macarenando - Macarenando Dance Concept
Conversa entre Diego Mac e Daniel Aires sobre Dança e Tecnologia realizada em 26/05 no Instagram e salva no IGTV.
Acesse em: Instagram - IGTV @macarenandodanceconcept (https://www.instagram.com/tv/CArA6_3Abz-/?utm_source=ig_web_copy_link)


Registros da Mostra Diálogos Ausentes

Produção/realização: Itaú Cultural

Aconteceu “Entre os dias 10 de dezembro de 2016 e 29 de janeiro de 2017, o Itaú Cultural apresentou a exposição Diálogos Ausentes, que reúne trabalhos realizados por artistas negros ligados aos campos das artes visuais, do teatro e do cinema brasileiros. Com curadoria de Diane Lima e Rosana Paulino, a mostra conta com obras assinadas por 15 dos criadores e dos grupos que participaram dos debates promovidos pela série de encontros homônima ao longo de 2016, também na sede do instituto, em São Paulo/SP. Diálogos Ausentes – tanto a série quanto esta exposição – surgiu em decorrência de um episódio que, em maio de 2015, impeliu o Itaú Cultural a dar mais atenção aos efeitos de uma mazela estrutural da sociedade brasileira: o racismo. De acordo com as curadoras, a exposição “opera como uma contranarrativa às representações estereotipadas da população afrodescendente”.” Fonte: Itaú Cultural - Diálogos Ausentes


Artigos/reflexões Será que é necessário falar de identidade para falar sobre arte? por Rui Moreira


Publicação: Portal MUD
Escrita: Rui Moreira
“...uma série de artigos/reflexões sobre o tema arte negra, divididos em quatro partes ou capítulos, para que possamos acompanhar o assunto por diversas visadas. Esta iniciativa é uma das ressonâncias da minha inquietação na condição de investigador de culturas, artista coreógrafo, dançarino, diretor de movimento e pensador sobre o fazer artístico no campo da dança. Discutir a atuação e a inserção social das danças negras contemporâneas no continente africano, nas diásporas africanas e nos demais pontos do planeta tem se tornado mais e mais um foco. Desde o ano de 1993, quando da criação da Cia. SeráQuê? em Belo Horizonte, MG, venho agregando pessoas e sendo agregado por outras, em núcleos que discutem e confrontam informações e impressões sobre a arte que se inspira no aspecto matricial do continente africano subsaariano e que espelha identidades múltiplas no mundo contemporâneo.” - Rui Moreira no Portal MUD
Acesse os capítulos da série:
Capítulo I - (Arte e Idantidade) https://portalmud.com.br/portal/ler/arte-e-identidade
Capítulo II - (Arte Negra) https://portalmud.com.br/portal/ler/arte-negra
Capítulo III - (Uma história de dança não eurocêntrica) https://portalmud.com.br/portal/ler/uma-historia-de-danca-nao-eurocentrica
Capítulo IV - (Dança Afro no Brasil) https://portalmud.com.br/portal/ler/danca-afro-no-brasil


Espetáculo Patas Arriba – Rui Moreira Cia. de Danças

Foto: Andréa Cocolichio

“Contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2013, Patas Arriba é uma montagem baseada em uma grande obra - de Eduardo Galeano na sua obra Patas Arriba – La escuela del mundo al revés -, pensada por uma equipe capacitada, criada por qualificados artistas e adotada com bastante entusiasmo e responsabilidade por um conjunto de pessoas que acreditam na dança como linguagem artística de transformação.” Fonte: Portifólio Virtual - Rui Moreira Cia. de Danças

Ficha Técnica
Local: Theatro São Pedro
Direção e coreografia: Rui Moreira
Elenco: Andressa Pereira, Béthany Martínez, Elias Rosso, Escobar Júnior, Daniel Cavalheiro e Rodrigo Scherer
Iluminação: Maurício Moura
Figurinos: Alexandre Silva
Produção: Humanitas Arte e Cultura
Produtores: Lisete Vargas, Marise Siqueira e Miguel Sisto

Mais Informações: https://ruimoreiraciadedancas.blogspot.com/p/patas-arriba.html
Assista em: YouTube https://www.youtube.com/watch?v=84UfsfB66m0 | Vimeo https://vimeo.com/280216205


Coreografia Deus é Mulher - Coletivo Corpo Negra

Foto: Nando Espinosa

“...trouxemos para o palco questionamentos acerca da invisibilidade da mulher negra na cena de dança da cidade de Porto Alegre... Precisamos trazer para a cena nossa história, contar sobre nossas Mercedes, Iaras e Elzas. Falar sobre artistas pretxs que construíram o cenário artístico desse país e que não estão no Museu Nacional ou aqui na Casa de Cultura Mário Quintana... Nosso corpo é político, é resistência, é luta.” – Coletivo Corpo Negra

Veja e leia também
Reportagem da RBS TV “Alunas da UFRGS criam coletivo que reforça a presença da mulher negra na dança” - 'Coletivo Corpo Negra' reuniu e fortaleceu bailarinas negras dentro do curso. Iniciativa estende atividades para escolas.
“Alunas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) se reuniram em um coletivo que reforça a presença da mulher negra na dança. A iniciativa estende atividades para escolas da Região Metropolitana de Porto Alegre. A ideia nasceu em 2016, quando elas perceberam o aumento de mulheres negras nas aulas da universidade.” Fonte: G1

Acessem em: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/06/27/alunas-da-ufrgs-criam-coletivo-que-reforca-a-presenca-da-mulher-negra-na-danca.ghtml

Instagram do Coletivo Corpo Negra: @coletivocorponegra (https://www.instagram.com/coletivocorponegra/?utm_source=ig_embed)




Espetáculo Itán Orun Àti Ilé Ayé – Histórias do céu e terra - Grupo ÌBEJÌ


No ano de 2014, Grupo ÌBEJÌ gravou seu primeiro CD e estreiou o espetáculo Ìtàn òrun àti ilé ayé – Histórias do céu e terra, durante o 2° Festival Àkókò Àwò dúdú - Tempo da pele negra, realizado por ÌLÙ AKIN.
O espetáculo leva em seu título Histórias do céu e terra, pois é de ambas histórias que fala: das histórias da ancestralidade Yorùbá, bem como de histórias do cotidiano e de vida desse povo. Primeiro, é preciso pedir licença e reverenciar as forças ancestrais e natureza. Por isso, são dançadas e cantadas músicas para Olódùmarè, através de IFÁ, permita o sucesso e a visão dos caminhos. 
A dança e a música constituem o povo Yorùbá, pois a vida é alegria, por isso, é necessário, sobretudo, festejar a vida e festejar a vida é fazer o corpo presente, é fazer no corpo dançante na exaltação de todo vigor que uma natureza permite.




(cor)AÇÕES e ideias para resistir – Dança OnLine UFRGS



A ação de extensão “Dança OnLine UFRGS” promove encontro online. Ocorrerá no dia 17 de junho, às 14:30 com o tema "(cor)AÇÕES e ideias para resistir".
Convidades: Perla Santos (PMPA), Manoel Luthiery (UFPEL) e Rodrigo Andrade (FURB)
O evento destina-se aos estudantes do Curso de licenciatura em dança UFRGS e comunidade externa. A mediação será das professoras Luciana Paludo do Curso de Dança da UFRGS.
As inscrições devem ser realizadas pelo e-mail dancaonlineufrgs@gmail.com, enviando o nome completo, nº do cartão UFRGS, ID e CPF, telefone para contato. 
O link da sala virtual será enviado por e-mail para as participantes selecionados. As vagas são limitadas.


Curso Online Contemporâneo e Ballet Clássico - Centro de Movimento Deborah Colker


Realização: Centro de Movimento Deborah Colker
CONTEMPORNEO
Linguagem: Cia de Dança Deborah Colker com Jaime Bernardes e Nelson Pacheco
MÓDULO 1
15/jun a 31/jul 2020 das 19h às 20h
com CERTIFICADO DIGITAL
Curso EXCLUSIVO do Centro de Movimento Deborah Colker, com conteúdo criado a partir do repertório da Companhia.

BALLET ​BÁSICO com Vivian Magalhães​
MÓDULO 1
15/jul a 31/jul 2020 das 18h às 19h com CERTIFICADO DIGITAL



III Seminário e Mostra de Dancep


Realização: Dancep em parceria com a ADA
A Mostra de Dança ONLINE do Dancep – Grupo de Dança Contemporânea é um evento gratuito, com classificação livre e de caráter não competitivo e sem fins lucrativos e acontecerá a partir do dia 29/06 a 03/07.
O período de inscrição será de 30 de maio a 22 de junho de 2020, pelos sites www.dancep.com.br.

Regulamento: https://www.dancep.com.br/gallery/_regulamento%20mostra%20online%202020.%20(2).pdf

Inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScMDNe0uwmKDYg6tJMVbd6aRN9Oe24nffDIfKMuH_DvmVquQQ/viewform

Acesse: Instagram @dancep_oficial (https://www.instagram.com/dancep_oficial/?hl=pt-br) e/ou @seminariodancep (https://www.instagram.com/seminariodancep/?hl=pt-br)


Live - WorkshopDança e Deficiência com Edu O


Realização: CCSP - Capital da Cultura SP
Data: de 15 a 19/06, às 10h
Acesse: Instagram @ccsp_oficial  https://www.instagram.com/p/CBdVS3xFKQF/


Ballet Redenção - Aulas Virtuais e Presenciais


Realização: BALLET REDENÇÃO - 35 Anos - Aulas presenciais e virtuais. Atendimento personalizado.
Informações pelo Whatsapp da empresa: 51 3221-0459


"Manu Coimbra Convida" – Aula de Ballet Clássico com Isabel Beltrão


Realização: Manuela Coimbra
Projeto “Manu Coimbra convida” - aulas de BALLET CLÁSSICO, a primeira convidada ISABEL BELTRÃO. Ela irá ministrar uma aula de ballet clássico intermediário com duração de 1h30min. 
Data: na terça-feira, às 19h15min, pelo zoom. 
Inscrições e mais informações in box  facebook Manuela Coimbra











Nenhum comentário:

Postar um comentário