Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

8 de dezembro de 2015

Escola Preparatória de Dança da Prefeitura de Porto Alegre mostra coreografias inspiradas em Flicts e Peter Pan


Foto de Géssica Hardt

Projeto é parceria entre as Secretarias da Educação e da Cultura 
e atende a mais de 500 crianças da rede pública municipal com formação em dança no turno inverso das aulas

A Escola Preparatória de Dança de Porto Alegre, projeto da Prefeitura de Porto Alegre que oferece formação continuada para alunos de escolas municipais, realiza sua I Mostra de Dança, dias 8 e 9 de dezembro, no Teatro Renascença, às 20 horas, com entrada franca. Na ocasião, as seis escolas sedes mostram os resultados do trabalho desenvolvido em 2015, com apresentação fechada às escolas às 18h.
Entre os trabalhos, coreografias baseadas na obra de Ziraldo, Flicts, com trilha de Arthur de Faria e Seu Conjunto, pela Escola José Loureiro; inspiradas na história de J.M. Barrie, Peter Pan, pela Escola Pepita de Leão, e em O Pequeno Príncipe, de Saint Exupery, pela Escola Dolores Alcaraz Caldas; e coreografias diversas com múltiplas linguagens da dança (ballet, jazz, sapateado americano, danças populares, danças urbanas, dança contemporânea, hip hop, entre outras).

A Escola Preparatória de Dança é um projeto desenvolvido em parceria pelas secretarias municipais de Educação (SMED) e de Cultura (SMC) com a Cia Municipal de Dança de Porto Alegre, em que cerca de 500 estudantes participam de aulas envolvendo múltiplas linguagens de dança.
Seis escolas da Rede Municipal de Ensino funcionam como sedes do projeto: as EMEFs Dolores Alcaraz Caldas e Senador Alberto Pasqualini, na Restinga; José Loureiro da Silva, na Vila Cruzeiro; Pepita de Leão, no Passo das Pedras; Victor Issler, na Vila Mario Quintana; e Liberato Salzano Vieira, na Vila Elizabeth.
Idealizada por Airton Tomazzoni, Nara Mello Adolfo e Débora Leal, coordenadora do projeto, oportuniza a formação continuada em dança para alunos oriundos de escolas situadas em bairros de vulnerabilidade social e da própria comunidade.
Os depoimentos de alunos deixam claro a importância da participação no programa. “Participar da EPD é um amor inexplicável, que só consigo demonstrar dando o melhor de mim em ensaios e apresentações, para assim eu ser um futuro bailarino. Aprendi na EPD a dar o melhor de mim em cada ensaio, procurando sempre atingir metas e obstáculos para assim evoluir como bailarino. Foi aqui que comecei a descobrir a arte pela qual um dia iria me apaixonar. Devemos dançar por paixão e sentimento que sentimos através dela. Isso pra mim é o mais importante no aprendizado da dança, a paixão.”(Gabriel, 16 anos)

A EPD é um lugar onde posso me expressar e mostrar o meu melhor como pessoa, como aluno e futuro bailarino. Aprendi a ouvir e sempre procurar fazer o melhor e mais belo. Tudo que sei sobre dança e esse ramo da arte é graças a EPD e o que ela trouxe pra mim”. (Thales, 16anos)

Estar na EPD significa superação, onde eu vejo o que sou capaz de fazer e superar minhas dificuldades. Aprendi que devemos sempre dar o nosso melhor a cada dia, trabalhando duro é que vemos os melhores resultados. Acho que dançar não é simplesmente fazer alguns movimentos em uma contagem, dançar é se expressar, sentir com a música e mostrar com o corpo o que sentimos ao dançar.” (Aliny, 15 anos)

O programa das EPDs oferece aulas de ballet, jazz, sapateado americano, dança contemporânea, danças urbanas, dança de salão, danças brasileiras, ritmos, capoeira, arte circense, atelier coreográfico, atelier de figurinos, entre outras, com a participação de 30 professores. A Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional (Feci) é parceira da Smed.
O ensino oferece uma formação integral e continuada com até 400 horas/aulas anuais, preparando um futuro profissional para atuação na Cia Municipal, estágios em escolas especializadas e companhias coletivos independentes, como monitores e educadores em projetos como Escola Aberta, Mais Educação, Descentralização da Cultura, Escola Livre de Dança, projetos sociais e comunitários, além da própria Escola Preparatória, entre outros espaços profissionais na área.

O piloto aconteceu em 2014 na EMEF José Loureiro da Silva, onde foi criada, em 2008, o Centro de Dança, com o objetivo de desenvolver a dança para toda a rede de ensino, descentralizando a cultura no município. O programa contempla a proposta da SMED de realizar atividades em turno inverso na Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, a fim de complementar e ampliar o estudo de crianças e adolescentes.

Data: 
8 e 9 de dezembro de 2015
Horário: 20h
Local: 
Teatro Renascença (Centro Municipal de Cultura – Av. Erico Verissimo, 307)

Atividade gratuita
Informações: Centro Municipal de Dança (3289.8065/tomazzoni@smc.prefpoa.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário