Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

16 de agosto de 2010

"Glórias do Corpo" a poética do movimento estréia na Usina

Série de intervenções que percorreu praças e parques de Porto Alegre ganha versão indoor e estréia na Usina do Gasômetro


Glórias do Corpo estréia no próximo sábado, dia 21 de agosto, na Sala 209 da Usina do Gasômetro, onde permanece em temporada até o dia 12 de setembro, sempre aos sábados e domingos, às 19h. Alçada, agora, à condição de espetáculo de dança, a montagem processa as vivências coreográficas experimentadas pelos bailarinos-coreógrafos Eduardo Severino, Luciana Paludo e Luciano Tavares ao longo de oito intervenções de dança que tomaram de assalto a orla do Gasômetro e quatro parques de Porto Alegre, durantes os meses de junho e julho últimos, em Porto Alegre.
As impressões colhidas ao ar livre e sob o olhar curioso de expectadores ocasionais serviram de base para a coreografia assinada a três mãos, que chega enriquecida com o desenho de luz de Fabrício Simões, o cenário de Giba Rocha e elenco, com objeto de cena (banco de madeira) de Elias Chidia e painéis fotográficos de Lu Mena Barreto e Adriana Sanmartin, sob a supervisão coreográfica de Andrea Spolaor. A iniciativa tem o financiamento do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural de Porto Alegre (Fumproarte) da Prefeitura de Porto Alegre.

O espetáculo
O trabalho coreográfico Glórias do Corpo se inspira no discurso sobre o corpo, vigente na sociedade contemporânea. A proposta, que agora se completa nesta exibição em sala fechada, partiu da observação de corpos em movimento para, a partir disso, re-colher percepções e sensibilidades.Aborda questões entre o movimento mecânico e o movimento expressivo que vira dança e questiona o que distingue um do outro.
Três coreógrafos/bailarinos em colaboração na criação da obra coreográfica: Luciano Tavares, Luciana Paludo e Eduardo Severino, que agregados com o olhar de Andrea Spolaor, somam experiências a compartilhar.
Três corpos que interagem, com o ambiente; espaço, tempo, movimento, forma, relação e energia. “A ação inicial foi ao ar livre, onde buscamos inspiração com o movimento dos transeuntes e ocupantes dos lugares destinados à prática de exercícios, em nossa sociedade”, comenta o bailarino e coreógrafo Eduardo Severino.
No contato com a natureza e o ambiente externo, a pergunta: o que este espaço faz despertar em nossos corpos? Em nossas relações? E, no foco inverso, o que faz despertar o olhar (dos transeuntes que se exercitam nas ilhas esportivas) para o nosso movimento? Qual a diferença entre essas movimentações? Quanto tempo é necessário despender, entre ações e atitudes, para tornar dança os movimentos?
“Em nossas primeiras experiências como ‘ocupantes das ilhas’, pudemos observar que deslocamos as funções iniciais dos objetos postos nessas ‘ilhas esportivas’ (recantos esportivos); passamos a prestar atenção em sua forma, volume e densidade”, relata Luciana Paludo. “A função daquele aparelho ganha outro status, assim como o corpo na dança, em relação ao movimento. Num primeiro momento, as ‘ilhas esportivas’ nos serviram de cenário, de espaço cênico, de inspiração para criarmos estas relações - a partir de observações destas diferenças, entre o fazer mecânico e o fazer poético”, explica a bailarina.

Serviço:
O quê: Estréia de “Glórias do Corpo”, espetáculo de dança com Eduardo Severino, Luciana Paludo e Luciano Tavares. Supervisão de Andrea Spolaor
Quando: De 21 de agosto a 12 de setembro de 2010, aos sábados e domingos, às 19h.
Onde: Sala 209 da Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 521), Centro Histórico de Porto Alegre-RS.
Quanto: Inteira: R$15,00 e meia: R$8,00(classe artística, estudantes e melhor idade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário