Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança é um órgão da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) da Prefeitura de Porto Alegre que articula as políticas públicas de dança na capital gaúcha. Atua na preservação da memória, no fomento à produção, na formação de público, difusão e acesso às informações da dança. Desenvolve atividades artístico-pedagógicas e promove relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na cidade de Porto Alegre.

28 de julho de 2020

Destaque em Dança Contemporânea - Açorianos 2019

Nossa série de postagens para conhecer mais sobre as trajetórias das indicadas e indicados ao Prêmio Açorianos 2019 traz hoje as indicações a Destaque em Dança Contemporânea.

Veja aqui as indicações com os comentários feitos pela jurada Janaína Ferrari e o jurado Airton Tomazzoni:

  • Afluência - pela pesquisa de movimento e pela articulação dos elementos cênicos que compõem o espetáculo.
  • Estúdio Amplo – pela constituição de um lugar efetivo e diversificado para a formação e difusão da Dança Contemporânea na cidade, com aulas, ateliês de criação e espaço de diálogo e reflexão.
  • Coletivo Moebius – pela gestão coletiva de uma qualificada e abrangente produção em Dança Contemporânea evidenciada em espetáculos como Ranhuras, Três Canções e Poéticas sobre morte/tempo/vida. 
  • Laura Bernardes e Milena Fernandes – pela organicidade e fluência presentes na linguagem corporal da performance Despertar apresentada no Mix Dance 2019 - Mostra do Curso de Licenciatura em Dança/UFRGS.
  • Degustação de Movimentos com o Mímese – por compartilhar metodologias e procedimentos de composição do projeto de extensão da Mímese cia de dança-coisa com a comunidade, incentivando a difusão da linguagem da Dança Contemporânea a um público mais amplo.

foto Renata Hilal

Afluência


Afluência é um espetáculo híbrido concebido e apresentado pela bailarina Geórgia Macedo, a artista visual Isabel Ramil e os músicos Felipe Zancanaro e Thiago Ramil. Não há centro, há uma espécie de confluência contínua de expressões artísticas, criando a coreografia do espetáculo e colocando diferentes visões em diálogo ao redor do tema da água. Água planeta. Água recurso. A água que transborda a narrativa. Água movendo o corpo de um sujeito urbano que constantemente se transforma. O espetáculo concorre também nas categorias Espetáculo do ano, Direção, Coreografia, Bailarina, Cenografia e Trilha Sonora.
Saiba mais sobre o espetáculo e suas outras indicações nesta postagem AQUI: https://cdancasmc.blogspot.com/2020/07/afluencia-indicacoes-acorianos-de-danca.html

Estúdio Amplo


O Estúdio Amplo é um espaço de práticas corporais e eventos voltado, sobretudo, para educação através dos eixos: arte, corpo e movimento. Aberto em Março de 2019, o Estúdio Amplo oferece à comunidade de Porto Alegre o acesso à práticas artísticas e corporais regulares para crianças e adultos de todas as idades, além de workshops e eventos culturais.
O Amplo foi idealizado pelos professores/artistas Douglas Jung, Fernanda Boff e Luiza Fischer e abriga desde então seus projetos pedagógicos em circo, dança contemporânea, yoga e performance, além das aulas de professores e grupos residentes que escolheram o Amplo como casa de seus projetos.

Coletivo Moebius: Luíza Fischer, Priya Mariana Konrad, Renata Stein, Sahaj e Patrícia Nardelli

Coletivo Moebius


O Coletivo Moebius surge em 2014, composto por bailarinos de diferentes técnicas, atores e artistas, propondo fazer da diversidade a sua potência. Dando continuidade ao trabalho iniciado no Grupo Experimental de Dança, no ano de 2013, o Coletivo segue pesquisando corpo e movimento e explorando a linguagem da dança contemporânea para construir o seu próprio vocabulário e as suas experiências em arte. Algumas obras são: “Procedimento 21+1” (2014) e “Ìgbá: Exercício de contemplação” (2015-2016). Concorre ao açorianos também em outras categorias com o espetáculo “Ranhuras” (2018-2019) e “Três Canções” (2019).
Veja mais AQUI:


foto Gabriehl Oliveira

Laura Bernardes e Milena Fernandes


Milena Fernandes é artista, professora e pesquisadora em dança. É estudante de Licenciatura em Dança na UFRGS, bailarina do Grupo de Brincantes do Paralelo 30, dá aulas de dança de salão, faz parte do coletivo Ritas e é uma das idealizadoras do projeto Macabéa junto com Laura Bernardes. Durante sua trajetória de estudo e pesquisa se interessou por dança moderna e contemporânea e se encantou com experimentações sobre os sentidos, estados alterados de consciência e dança de salão contemporânea.

Laura Bernardes é artista da dança e graduanda de Licenciatura em Dança na UFRGS. Foi bailarina, professora e co-coordenadora do grupo Diversos Corpos Dançantes, focando seus estudos em dança e deficiência. Estudou também na Escola de Dança da UFBA, em Salvador, onde aprofundou seu interesse por questões da dança contemporânea que permeiam a improvisação e a composição em tempo real. A partir dessas instigações, iniciou o Projeto Macabéa, juntamente com Milena Fernandes.

foto Dani Berwanger

Degustação de Movimentos com o Mímese


O Projeto Degustação de movimentos com o Mímese é um momento para compartilhar metodologias que preparam um corpo para a dança. A cada 15 dias, o grupo abre seu espaço de trabalho para receber pessoas da comunidade e compartilhar suas danças. Se vale de informações e procedimentos de preparação corporal, da improvisação e da composição coreográfica, como recursos para tecer relações entre as pessoas do grupo e as demais pessoas que vêm “degustar os movimentos”. O público que vai ao Degustação é eclético; nem sempre é formado por pessoas que já têm experiência em dança, por isso o grupo tece analogias com ações cotidianas e as aproveita para tornar acessível o trabalho a todas as pessoas que chegam para dançar. Realizado pelo Projeto de Extensão "Mímese cia de dança-coisa" (que em 2020 completa 18 anos de existência) e pelo "Projeto de Pesquisa de Linguagem Autoral em Dança" (ambos coordenados por Luciana Paludo e vinculados ao Curso de Licenciatura em Dança da UFRGS), o Degustação conta com o importante apoio do Departamento de Difusão Cultural e do Centro Cultural da UFRGS.
O projeto também foi indicado a Destaque em Formação e Difusão, como vocês podem ver AQUI: https://cdancasmc.blogspot.com/2020/07/acorianos-danca-destaque-em-formacao-e.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário